Frente fria traz chuva e transtornos à cidade do Rio de Janeiro

A frente fria que chegou ao Rio de Janeiro nas últimas horas provocou diversos transtornos à vida normal da cidade. Devido à chuva intensa, a Defesa Civil municipal acionou as sirenes em 16 comunidades da cidade, a maioria delas na Tijuca, em Santa Teresa e no Alto da Boa Vista, a maioria delas na região da Floresta da Tijuca. Foram acionadas sirenes nas comunidades do Salgueiro, da Liberdade, Chacrinha e Matinha, devido ao volume de chuva registrado no intervalo de 24 horas, superior a 125 milímetros (mm).
As sirenes foram acionadas, entre as 2h e as 10h deste sábado, nas comunidades de Salgueiro, Liberdade, Chacrinha, Matinha, Prazeres, Escondidinho, Vila Elza, Formiga, Unidos de Santa Tereza e Guararapes, localizadas em as regiões da Grande Tijuca e o Centro da cidade, onde ocorreram os maiores registros de chuvas até o momento.
O órgão registrou dez chamados para atendimento à população, entre eles, dois por infiltrações ou rachaduras em edificações (no Jardim América e Centro); dois por deslizamento de barreira ou pedra (Lagoa e Lins de Vasconcelos); um por ameaça de desabamento de estrutura (Guadalupe), e um por desabamento de estrutura (Cosmos). Além das vistorias, técnicos da Defesa Civil municipal também estão de prontidão no Centro de Operações Rio (COR).
Em nota, a prefeitura do Rio informou que atua desde a noite de ontem (21) para reduzir os impactos da forte chuva que atinge a cidade. Desde as 2h15, o município entrou em estágio de atenção, o terceiro num nível de cinco, por causa da chuva.
A Marinha do Brasil informa que ondas de 2,5 a 3 metros de altura podem atingir a orla da cidade até as 21h deste sábado.

Próximos dias
Neste domingo (23), o tempo permanecerá instável, com chuva fraca a moderada, isolada, durante a madrugada e manhã. As temperaturas sobem, com máxima prevista de 24ºC. O Alerta Rio destaca que os modelos numéricos de previsão do tempo indicam redução na estimativa média de chuva: abaixo de 10 mm para este domingo.
Entre a segunda-feira (24) e a quarta-feira (26), haverá redução gradativa da nebulosidade e não há previsão de chuva.


Por Douglas Corrêa – Repórter da Agência Brasil

%d blogueiros gostam disto: