Fábrica de adubo orgânico assina protocolo de intenção para se instalar na Posse

O prefeito Bernardo Rossi recebeu nesta sexta-feira (14/08) mais uma empresa interessada em se instalar no distrito industrial da Posse: a Organosolo. Especializada na produção de adubo orgânico, a Organosolo tem a sede no Rio de Janeiro, mas deseja expandir e abrir uma filial em Petrópolis.
“Cidade mais segura do Estado, que possui um setor agrícola importante e que se fortalece a cada dia, Petrópolis tem tudo para receber bem mais essa empresa. Ficamos muito felizes em receber os novos empresários. A cidade é uma das melhores do pais para se fazer negócios, a valorização imobiliária está crescendo e é um dos destinos mais visitados do Brasil. Apesar da crise do coronavirus, estamos recebendo novas empresas interessadas em se instalar no município e isso mostra o quanto Petrópolis está se destacando no Estado”, afirmou o prefeito Bernardo Rossi.
Na última semana, uma empresa do ramo de higiene e outra do alimentício também demonstraram interesse em se instalar no distrito. “Aos poucos um novo desenho vai se formando da localidade, o que significa mais empregos, desenvolvimento e aceleração econômica para toda a cidade”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Soares.
Criada em 2017, a empresa oferece uma alternativa de destinação para o resíduo orgânico, transformando-o um composto orgânico rico em nutrientes que volta para a terra como adubo. A empresa já distribuiu alguns quilos de adubo orgânico para produtores do Brejal, Caxambu e Bonfim.
Os proprietários da empresa, José Luiz Natal e Francisco Dantas, destacaram o potencial de Petrópolis. “Ficamos encantados com a área rural da cidade e o acolhimento que tivemos do poder público. Temos a intenção e estamos estruturando nossos planos de expansão. Todo o processo que usamos é muito diferenciado e sabemos que Petrópolis tem muito potencial, por isso, estamos animados”, comentou José.
No encontro foram repassadas as informações sobre o espaço, as condições topográficas do local para a instalação da fábrica, e os demais trâmites legais para a legalização do negócio no distrito.
Também participaram do encontro o vice-prefeito, Baninho, o secretário-Chefe de Gabinete, Renan Campos, o procurador do município, Sebastião Médici, o diretor do Departamento de Agricultura, José Maurício Soares e o presidente da Câmara, vereador Hingo Hammes.

%d blogueiros gostam disto: