Câmara atua na liberação de R$ 499 bilhões em ações de combate à pandemia

Mais de R$ 499 bilhões já foram autorizados pela Câmara dos Deputados em remanejamento do orçamento do governo federal para ajudar empresas, pessoas, estados e municípios a atravessarem a crise econômica gerada pela pandemia e o combate à disseminação da doença. O deputado federal, Vinícius Farah segue fiscalizando a aplicação dos recursos e, principalmente, fazendo proposições e indicações para que cheguem aos municípios o que as cidades têm, de fato, necessidade.
O Auxílio Emergencial a 66,4 milhões de pessoas já teve mais da metade dos R$ 254 bilhões aplicados, mas ainda há R$ 183 bilhões a serem destinados às pessoas que tiveram suas rendas reduzidas por conta da pandemia. Ao lado do auxílio financeiro de R$ 60 bilhões a estados e municípios (dos quais R$ 45 milhões já empregados), as duas medidas, que tiveram atuação firme dos deputados são que somam mais recursos e que são fundamentais para assegurar alimentação e acesso à saúde.
“Estamos falando de pessoas, que é para quem todo governo tem que trabalhar e nós, deputados, legislar, e também das gestões públicas que devem estar com recursos garantidos para oferecer saúde, principalmente neste momento e todos os serviços que o cidadão tem direito. Por isso, a importância de todos estes projetos aprovados que puderam remanejar o orçamento e garantir verbas de forma rápida”, avalia o deputado federal Vinícius Farah.
Além dessas, outras cinco ações que somam os R$ 499 bilhões estão em desenvolvimento – dos quais R$ 189 bilhões, em caixa, que serão aplicados nos próximos meses. Os recursos são para enfrentamento da emergência de saúde pública, apoio a microempresas e empresas de pequeno e médio porte, manutenção do emprego e da renda, complemento aos fundos de participação de estados e municípios e financiamento da folha salarial.
“Mas, a minha preocupação como deputado da região é saber se as verbas para os testes da Covid-19 chegaram, se os recursos para os hospitais, como o Santa Teresa, também estão na conta da unidade filantrópica, se o município já recebeu as parcelas de ajuda do governo federal. É importante acompanhar os procedimentos e fazer com que cheguem na ponta”, avalia Vinícius Farah.
Tramita ainda na Câmara dos Deputados projeto que estabelece linha de crédito especial para pequenas e médias empresas pagarem a folha de salários que vem complementar o crédito já concedido, em forma de financiamento, a estes negócios. “O auxílio emergencial para produtores rurais está aprovado e depende apenas de sanção presidencial, a telemedicina foi liberada e agora foram destinados R$ 3 bilhões a artistas e estabelecimentos culturais. A Câmara está atuante na votação de propostas abrangentes e que foquem nas pessoas, famílias e tudo o que é necessário para garantir a vida e o trabalho até atravessarmos esta pandemia”, considera Vinicius Farah.

Foto: divulgação

%d blogueiros gostam disto: