Yuri Moura desiste da candidatura a prefeito e se lança para vereador

O pré-candidato do PSOL à Prefeitura de Petrópolis, Yuri Moura, informou na manhã desta quinta-feira (17), que não mais irá concorrer ao cargo. Em nota publicada nas redes sociais, Yuri lançou sua candidatura ao cargo de vereador.
Terceiro colocado nas eleições municipais de 2018, o jovem candidato declarou que “Petrópolis não pode sofrer por mais 4 anos sem representantes das nossas causas, sem um mandato popular. Precisamos de um de nós lá, no dia a dia da política, onde as decisões são tomadas”.

Leia na íntegra a carta do candidato do PSOL ao Palácio Amarelo:

CARTA AO POVO PETROPOLITANO
Cheguei até aqui motivado por sonhos, puxado por mãos amigas e abraçado por milhares de pessoas que me confiaram mais de 12 mil votos em 2018 e a terceira colocação nas eleições para prefeito de Petrópolis em 2016. Luto pelo que acredito, escuto as ruas e tenho responsabilidade com o futuro da cidade que tanto amo.
Nestes meus 30 anos dediquei mais da metade da vida à militância: do movimento estudantil, ainda adolescente, até o serviço prestado com mais de 10 anos na administração pública. Sempre estive do lado certo: dos mais pobres, da juventude, dos bairros e comunidades, dos rodoviários, das famílias que lutam por moradia, dos servidores e das minhas queridas e queridos alunos na educação popular. Aprendi muito, conheci pessoas maravilhosas, enfrentei o lado ruim da política e sei o quanto isso custa para mim e minha família, mas continuo firme, convicto e disposto. Não vou desistir de Petrópolis!
Não estou na política para marcar posições, conheço a realidade das nossas comunidades, sei dos problemas que vivemos em uma cidade sem emprego ou oportunidades; com um custo de vida caro; com filas na saúde; enquanto os esquemas de corrupção das velhas oligarquias e máfias políticas fazem a gente passar vergonha no noticiário nacional – vereadores presos, prefeito ausente, cidade abandonada. As coisas precisam mudar por aqui, temos pressa e sei como posso dar a minha contribuição nas eleições deste ano.
O momento é difícil, a pandemia continua levando vidas, trazendo miséria e tirando a nossa esperança. Ao mesmo tempo, o ódio, os crimes e a violência do bolsonarismo ameaçam nossas chances de uma sociedade mais igual, justa e solidária. Se por um lado precisamos vencer os fisiológicos que dominam a política petropolitana, por outro temos o dever de combater o bolsonarismo em Petrópolis. Para isto, o campo popular, progressista e a esquerda, precisam abrir mão de projetos pessoais, ouvir às ruas, entender a realidade, tendo muita responsabilidade com o futuro das pessoas.
Petrópolis não pode sofrer por mais 4 anos sem representantes das nossas causas, sem um mandato popular. Precisamos de um de nós lá, no dia a dia da política, onde as decisões são tomadas. Formar uma trincheira, um mandato que sirva para resistir, claro, mas que também seja o ponto de partida para a mudança que queremos: que é uma política diferente e uma cidade governada pelo seu povo. Sendo assim, com muita humildade e responsabilidade com o nosso futuro, não serei candidato a prefeito de Petrópolis e anuncio que a partir de agora sou candidato a vereador. Para que um de nós esteja lá, para que a nossa luta tenha mais força e voz!
Agradeço à minha família e amigos por todo apoio e amor; à militância do PSOL Petrópolis que construiu um programa de cidade transformador e que será defendido por todos nós candidatos e candidatas do partido; aos companheiros e companheiras do movimento sindical, do Movimento 9 de Junho, à minha equipe do Gabinete Popular que há 4 anos atua como um mandato; e às pessoas, eleitores e eleitoras, que confiam em mim, me param nas ruas ou me enviam mensagens querendo se juntar na luta por nossa cidade.
Sei que estamos fazendo a coisa certa, a mudança pede coragem e coragem nunca nos faltou. Um de nós lá!
Yuri Moura

%d blogueiros gostam disto: