Cabo Frio ocupa último lugar na avaliação do IDEB sobre a educação básica na região

Cabo Frio teve o pior desempenho no IDEB, que mede a atenção básica a educação em todo o país. De uma meta de 5,6 nas séries finais no ensino fundamental (segundo seguimento), a cidade obteve nota 3,6. Para as primeiras séries, nota 5,0 de uma meta de 5,8. O ensino médio municipal obteve nota 3,6. Isso comprova que a educação de Cabo Frio está desajustada, já que quando da evolução das séries, os índices vão piorando, o que significa indivíduos menos capacitados chegando à fase adulta.
Há um grande debate na cidade em relação ao mercado de trabalho, mas pouco se volta o olhar para os índices educacionais do município. Em uma cidade que tem a vocação de polo regional, a forma como Cabo Frio prepara os seus jovens para o futuro é insuficiente. Há pelo menos dois anos e meio perdidos com paralisações, greves e a pandemia do novo coronavírus. E não se pensa uma forma de recuperar.

Fonte: Plantão dos Lagos

%d blogueiros gostam disto: