DIVERSIDADE DE DONS

Viver, e não ter a vergonha de ser feliz, assim é o refrão de uma música popular muito apreciada no Brasil. Muito especialmente os brasileiros têm motivo para pensar e agir assim. Cheios de esperança, embora o dia a dia da maioria dos brasileiros ateste que enfrentamos dificuldades bem maiores do que muitos supõem ou nem mesmo imaginem. Não sabemos também quem escreveu esta expressão que mantém a esperança dos brasileiros, mas ela corre de boca a boca: ‘Brasil, país do futuro’…
Quando mergulhamos nos ensinos contidos nos livros mediúnicos, isto é, com os livros publicados por diversos médiuns brasileiros, constatamos que uma força superior como que determinou, desde o início, que para as terras brasileiras existe uma ‘destinação fatal’…
Sabemos, hoje em dia, que o Brasil não foi descoberto por acaso, pois estudos minuciosos demonstraram que já havia entre muitos portugueses a suspeita de ‘novas terras a serem descobertas’.
Assim, agradecendo a Deus a extraordinária descoberta, os portugueses realizaram a Missa que os índios certamente assistiram, e que deve ter sido uma belíssima cerimônia, cheia de emoção para os navegadores da época, diante dos perigos da grande aventura que enfrentaram.
Através da psicografia de Chico Xavier o mundo recebeu o seguinte texto: ‘E foi assim que o minúsculo Portugal, através de três longos séculos, embora preocupado com as fabulosas riquezas das Índias, pôde conservar, contra flamengos e ingleses, franceses e espanhóis, a unidade territorial de uma pátria com oito milhões e meio de quilômetros quadrados e com oito mil quilômetros de costa marítima’. (Brasil, Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, capítulo 2, psicografado por Humberto de Campos).
Na realidade, como explicar a unidade territorial de um país gigantesco, que nunca teve ambições territoriais e que manteve a união territorial, embora os demais países de origem espanhola se tenham fragmentado em tantas nações?
Hoje, os brasileiros enfrentam dificuldades diversas, com a população crescendo sistematicamente, como era de esperar, mas, os colonos europeus que aqui aportaram, aceitaram o Brasil de corpo e alma!
Isso não quer dizer que o povo brasileiro seja privilegiado por Deus, mas apenas que é o Brasil é o porto seguro onde não houve lutas religiosas pela posse de terras, e, contraditoriamente, por incrível que pareça, foi o país que mais manteve a escravatura!
E o Brasil ainda detém outra riqueza extraordinária: o surgimento de muitos médiuns extraordinários pela realização espiritual a que se propuseram. Como, por exemplo, Chico Xavier e Divaldo Pereira Franco! Chico com a mais de 420 obras psicografadas e Divaldo Pereira Franco já ultrapassou 350 obras mediúnicas. Ambos nunca receberam quaisquer recursos em virtude suas obras psicografadas!
Estamos em um momento de resgate de muitas decisões tomadas por homens que já viveram antes, e agora, em novas vidas, resgatam os erros do passado…
Abençoada reencarnação que faz com que, nós, os encarnados de hoje, possamos resgatar nossos erros de muitas vidas!
A morte é o fim da vida, mas não é o fim DAS VIDAS! Outras virão, com certeza!
Deus é amor e assim vamos resgatando nossos erros de vidas passadas, caminhando para a perfeição, que um dia alcançaremos, mais cedo ou mais tarde!

%d blogueiros gostam disto: