Marcopolo fechará fábrica em Duque de Caxias (RJ) a partir de 30 de outubro

A Marcopolo anunciou que seu conselho de administração aprovou o fechamento da unidade da companhia no município de Duque de Caxias (RJ), a partir de 30 de outubro de 2020, o que causará a demissão de mais de 800 funcionários diretos da companhia no Estado.
Segundo a companhia, a decisão faz parte do processo de otimização de unidades industriais e adequação da capacidade fabril da companhia. “A concentração das operações brasileiras em um número menor de fábricas vem contribuindo para a redução de custos e incremento da eficiência”, diz comunicado da empresa, que vem concentrando a operação brasileira em um número menor de fábricas desde a crise de 2014-2015.
Com o fechamento, a empresa passará a ter três unidades no Brasil, duas em Caxias do Sul (RS) e uma no Espírito Santo, as quais absorverão a produção da unidade a ser fechada. No exterior a companhia tem 11 fábricas.
Segundo o presidente da Força Sindical do Rio de Janeiro e do Sindicato dos Metalúrgicos da Baixada Fluminense, Carlos Fidalgo, o fechamento da unidade se deve principalmente à falta de incentivo fiscal dos governos federal e estadual, principalmente estadual.
“Tentamos diversas reuniões com o governador, mas tivemos as portas fechadas”, disse Fidalgo, que apontou que a Marcopolo era a última fabricante de ônibus atuando no Rio de Janeiro.
“Hoje o empresário de ônibus prefere ir para São Paulo, onde ele compra mais barato porque o governo paulista dá incentivos para a empresa local”, disse, ressaltando que a crise causada pela covid-19 agravou os negócios.

Do Valor

%d blogueiros gostam disto: