Delegada de Arraial ensina como se prevenir de golpe do falso aluguel de temporada

Com o período de calor constante cada vez mais perto, e a recomendação para evitar viagens de avião e aglomerações, as casas de praia viraram o principal alvo de quem busca dias fora da rotina, sem quebrar as regras do Ministério da Saúde. Mas, junto com a procura pelo lazer, aumentou também os golpes aplicados pela internet. Para ajudar a população a não ver os dias de descanso ‘morrendo na praia’, a delegada Patrícia Aguiar, titular da 132° DP (Arraial do Cabo) passou dicas e cuidados que precisam ser seguidos na hora de alugar seu cantinho de paz.
“É um momento crítico para todo mundo. A população está abalada com tantos dias em quarentena, home office… Quem pode, tá escapando para Região dos Lagos e evitando grandes viagens. Mas, muitas pessoas aproveitam esse período de ansiedade para aplicar seus golpes. Então, para começar, é preciso que a população deixe a ansiedade de lado e busque informações e detalhes do local que está alugando”, explicou inicialmente a delegada.
Nesse período de quarentena, que já dura pouco mais de seis meses, Patrícia já notou um aumento de casos de golpes da locação. Onde casas que não existem são alugadas, ou imóveis que até existem, mas são alugados com especificações diferentes e valores não condizentes com a realidade.
Gabriel da Silva, de 33 anos, já passou por isso, após alugar uma casa em Cabo Frio.
“Foi em outro período, onde não tínhamos tanta facilidade em buscas na internet. Mas alugamos uma casa com piscina e vários quartos, e quando chegamos lá era um barraquinho, que nem caixa de água tinha. Éramos jovens e resolvemos ficar assim mesmo. Mas pagamos gato e recebemos lebre”, recordou.
Mas Patrícia destaca que não precisa ser assim. “Para alugar o importante é buscar empresas, corretores ou alguém que se responsabilize pela locação. Se isso não possível, busque na internet o endereço e ligue para um comércio perto. Explique a situação e pergunte se o imóvel realmente existe. Faça buscas pelo Google e tente localizar a imagem do imóvel. Evite depositar sinal em alto valor. Negocie para que o valor pago seja entregue na hora que for buscar a chave. São cuidados que ajudam a não cair nesses golpes”, citou.
Além desses cuidados a delegada também destacou que a Região dos Lagos é uma área crítica nesse período de calor, por isso, os cuidados precisam seguir mesmo depois da locação.
“Na praia, identifique a criança, coloque cordão com identificação e telefone. Não deixe nada exposto no carro, não deixe pertences de valores na areia da praia enquanto vai ao mar, e principalmente, nesse período de pandemia, busque sair, se necessário, durante a semana. Evite a aglomeração dos finais de semana, para que a fuga para o lazer não se torne um problema”, finalizou a delegada.
Agora não se esqueça, mesmo que você possa sair da rotina e ir descansar numa casa de praia, os cuidados para evitar a contaminação do novo coronavírus deve continuar. Afinal, os cuidados não podem entrar de férias!

Fonte: Plantão dos Lagos / Clique Diário

%d blogueiros gostam disto: