Decreto municipal autoriza reabertura dos cinemas de Petrópolis

Dando seguimento à flexibilização a Prefeitura de Petrópolis pulbicou no Diário Oficial, na última sexta-feira (06), o decreto de número º 1.401, onde consta a autorização para a reabertura dos cinemas e as devidas condições em que isso deve ocorrer. O decreto diz ainda que a liberação ocorre após a consideração das medidas de combate ao novo Coronavírus, que foram adotadas pelo Poder Executivo Municipal desde março de 2020, e que se mostraram eficazes, visto que o número de vítimas está abaixo da média dos municípios com número aproximado de habitantes. Além disso, foi analisada também a taxa de ocupação dos leitos clínicos (SUS), que é considera pequena.
Para que os cinemas possam atuar dentro das regras eles precisarão limitar a capacidade das salas em 50%, demarcando, entre os assentos, o distanciamento de 1,5 metro entre os clientes; aumentar o intervalo entre as sessões, para garantir a higienização adequada das salas; promover ações que incentivem a compra de ingressos via internet e o pagamento de ingressos e produtos por meios eletrônicos; a conferência de ingresso será visual ou através de leitores óticos, sem contato manual por parte do atendente; funcionários e clientes deverão usar máscara facial; disponibilizar álcool em gel 70° para funcionários e clientes; disponibilizar álcool gel 70° na entrada da sala para clientes; entre outros.
A higienização do espaço também deverá ser minuciosa. Os cinemas deverão, por exemplo, higienizar e sanitizar constantemente todos os equipamentos e acessórios que são de contato manual dos clientes e colaboradores, como máquinas de cartões, mouse e balcões; higienizar e sanitizar as poltronas, corrimãos puxadores de portas e/o ou qualquer outra superfície de contato após término de cada sessão; higienizar e sanitizar constantemente os banheiros, assim como todos os equipamentos e acessórios que são de contato manual dos clientes e colaboradores, como balcões, válvula de descarga, torneiras e maçanetas.
O distanciamento também continua sendo essencial, por isso será necessário fiscalização por parte dos funcionários dos estabelecimentos, para que as medidas sejam cumpridas integralmente. Como por exemplo, fiscalizar, nas filas da bilheteria e bomboniere, a obediência ao distanciamento de, no mínimo, 1,5 metro entre cada cliente, demarcando o chão com adesivos; demarcar o chão com adesivos com o distanciamento de 1,5 metro nas filas de entrada; utilizar campanhas de orientação em totens displays em projeções pré-show para envolvimento social e de compromisso com os clientes e, em locais de boa visibilidade, utilizar instruções de higiene pessoal (lavagem de mãos e uso de álcool em gel 70°) e, também, orientações do distanciamento físico desejável em locais públicos; fixar os procedimentos de lavagem e higienização das mãos de forma correta nos vestiários de funcionários; e assegurar a utilização de EPIs para a equipe de limpeza.
Outro ponto destacado no decreto é que todos os funcionários deverão ser entrevistados diariamente pelo superior do local. “O gerente ou responsável pela abertura do cinema deverá fazer uma entrevista com todos os funcionários, do lado de fora das instalações do cinema, onde procurará saber se algum funcionário teve sintomas do Covid-19. Em casos suspeitos, o gerente ou responsável deverá dispensar imediatamente o funcionário e acompanhar o caso”, diz o documento.

Com informações do Diário de Petrópolis

%d blogueiros gostam disto: