Prefeitura do Rio discute ações para fortalecimento de setor na cidade do Rio

 
Secretária  Camila Sousa participa da apresentação da Aliança pela Retomada do Turismo Brasileiro
 
A Prefeitura do Rio, por meio da secretaria Especial de Turismo e Legado Olímpico (Seturleo), informa que, a convite do Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, a secretária Camila Sousa participou da cerimônia de lançamento da Aliança pela Retomada do Turismo Brasileiro, que aconteceu na tarde desta terça-feira, 10, no Palácio do Planalto, em Brasília, e contou com a presença do Presidente Jair Bolsonaro.  O evento marcou a apresentação dos eixos de atuação e os parâmetros para implantação de programas, projetos e ações para a retomada do Turismo, de maneira segura e responsável, além do lançamento de uma campanha nacional para a retomada das viagens pelo Brasil. 
Antes da cerimônia, acompanhada da deputada estadual Alana Passos (PSL-RJ), a secretária Camila se reuniu com secretário de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, do MTur, Willian França, e com a diretora de Inteligência Mercadológica e Competitiva, Nicole Facuri, onde alinharam algumas ações de apoio à promoção da cidade do Rio de Janeiro como destino de turismo de lazer e de eventos.
 Em sua fala, o presidente Bolsonaro citou as dificuldades para alavancar ainda mais o turismo no país e parabenizou o Ministério do Turismo pelo trabalho realizado.
“Quando se destrói um setor todos sofrem. Temos que buscar mudanças. Temos como mudar o destino do Brasil”,  disse.
 O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, parabenizou a preocupação do presidente Jair Bolsonaro com o setor do turismo nacional e explicou que a prioridade do Ministério foi impedir o fechamento e o colapso do setor: 
“A agenda do turismo passou a ser quase que exclusivamente econômica, entendendo que precisávamos atender o setor. Nessa pandemia, desde o primeiro momento, focamos nossos esforços na agenda econômica e trabalhamos em cima disso”, – justificou.
Para a secretária Especial de Turismo e Legado Olímpico, Camila Sousa, o apoio do Ministério do Turismo às ações de retomada das atividades turísticas no Rio é fundamental para reaquecer o mercado da capital fluminense, que antes da pandemia celebrava crescimento constante.
“O Rio foi a primeira cidade a dar início à retomada das atividades turísticas, graças às regras de ouro da Prefeitura, que estabelecem protocolos de prevenção à Covid-19.  Tivemos o apoio do Ministério do Turismo e da Embratur desde o início, e agora essa campanha em escala nacional vai ajudar a fomentar o mercado que foi o mais impactado pela pandemia”, – completou a secretária.
O Rio começou a reabrir os atrativos turísticos em agosto, quando os principais cartões-postais da Cidade Maravilhosa, como o Cristo Redentor, o Bondinho Pão de Açúcar, o Jardim Botânico e a roda gigante Rio Star, tiveram suas atividades reiniciadas, porém com 50% da capacidade, além de disponibilizarem álcool em gel, promoverem o distanciamento social e intensificarem os programas de higienização. A partir do início de novembro, com a disseminação do vírus controlada, os atrativos podem funcionar com 2/3 da capacidade.

%d blogueiros gostam disto: