NetMovies agora é gratuito. Ótimo para quem curte clássicos

A NetMovies, plataforma de aluguel de filmes que entrou no ar nos anos 2000 com objetivo de fazer frente à Netflix, mudou sua estratégia de negócios. Desde 30 de outubro, passou a oferecer acesso a todo seu acervo por meio de cadastro gratuito para ganhar em publicidade.
Há alguns meses a NetMovies já vem exibindo alguns de seus filmes gratuitamente no YouTube. Talvez como experiência para essa nova fase, em que deixa de cobrar do público para cobrar dos interessados em transmitir anúncios antes de cada filme.
Atualmente, um título novo entra no acervo a cada dia (às 19h). São filmes licenciados, com qualidade de áudio e vídeo, mas o catálogo não satisfaz quem busca lançamentos. Em compensação, é uma festa de quem gosta de clássicos. Lá estão obras obrigatórias para quem quer conhecer a história do cinema.
Tem filmes de Federico Fellini (13 títulos, entre eles Noites de Cabíria, foto no alto) e outros grandes mestres dos cinemas italiano, francês e alemão; do sueco Ingmar Bergman, dos americanos Robert Altman e John Cassavetes, do espanhol Luís Buñuel, dos franceses René Clement e Roman Polanski e dos brasileiros José Mojica Marins (10) e Mazzaropi (10).
Alfred Hitchcock está representado por filmes dos primeiros anos de sua carreira. O mais recente e mais conhecido é Rebeca – A Mulher Inesquecível (1940). Que, aliás, merece ser visto por quem só conhece a versão sofrível lançada recentemente pela Netflix.
Tem também uns terror trash, como Os Vivos Serão Devorados (1980), do italiano Umbeto Lenzi, e A Bolha Assassina (1988), de Chuck Russel, além de clássicos gênero, como Terror na Ópera (1987), de Dario Argento, A Noite dos Mortos Vivos (1968), de George Romero, e O Massacre da Serra Elétrica (1987), de Tobe Hoper.
Quem gastar um tempinho pesquisando o acervo, com certeza, vai encontrar outras preciosidades de diferentes gêneros. Dá para baixar o aplicativo em aparelhos de TV Samsumg, LG e Sony. E tem também o canal NetMovies no YouTube – mas testamos e não encontramos alguns filmes disponíveis na plataforma, a exemplo dos de Federico Fellini.

%d blogueiros gostam disto: