Homicídio doloso registra queda pelo sétimo mês seguido em relação a 2019

Os homicídios dolosos no Estado do Rio de Janeiro tiveram queda de 15% em outubro de 2020 na comparação com o mesmo período do ano passado. Este é o sétimo mês seguido de redução do indicador em 2020, se comparado com 2019, e o menor índice para o mês e para o acumulado do ano desde o início da série histórica, iniciada em 1991 pelo Instituto de Segurança Pública (ISP). No total, Foram 274 vítimas em outubro deste ano contra 321 em 2019. Os homicídios também diminuíram 19% no último trimestre (agosto, setembro e outubro) em relação ao mesmo período do ano passado.
O ISP registrou ainda o menor número de latrocínios (roubo seguido de morte) da série histórica, que teve início em 1991, no acumulado do ano de 2020 em comparação ao mesmo período do ano passado. Foram 70 casos contabilizados de janeiro a outubro deste ano contra 98 em 2019.
Na categoria de crimes contra o patrimônio, o roubo de cargas apresentou queda de 34% em relação ao acumulado do ano e de 38% em relação a outubro. Vale salientar que um estudo inédito do ISP, divulgado no último mês, mostrou que a queda dessa modalidade de crime não tem correlação estatística com o isolamento social para evitar a propagação do coronavírus. Os analistas do Instituto cruzaram os registros da Secretaria de Estado de Polícia Civil com os dados do histórico de localização dos usuários do Google.

Indicadores estratégicos

  • Homicídio doloso: 2.924 vítimas nos dez meses de 2020 e 274 em outubro – este foi o menor valor para o mês e para o acumulado do ano desde o início da série histórica em 1991. Na comparação com o ano passado, o indicador apresentou queda de 13% em relação ao acumulado do ano e de 15% em relação a outubro de 2019.
  • Crimes violentos letais intencionais (homicídio doloso, roubo seguido de morte e lesão corporal seguida de morte): 3.019 vítimas nos dez meses de 2020 e 281 em outubro – esses valores representam o menor para o acumulado e para o mês desde o início da série histórica em 1999. Na comparação com o ano passado, o indicador apresentou queda de 13% em relação ao acumulado do ano e de 15% em relação a outubro de 2019.
  • Roubo seguido de morte (latrocínio): 70 vítimas nos dez meses de 2020 e cinco em outubro – este foi o menor valor para o acumulado do ano desde o início da série histórica em 1991. Na comparação com o ano passado, o indicador apresentou 28 mortes a menos em relação ao acumulado do ano e uma vítima a mais em relação a outubro.
  • Morte por intervenção de agente do Estado: 1.075 mortes nos dez meses de 2020 e 145 em outubro. Na comparação com o ano passado, o indicador apresentou queda de 31% em relação ao acumulado do ano e de uma vítima em relação a outubro.
  • Roubo de carga: 4.196 casos nos dez meses de 2020 e 358 em outubro. Na comparação com o ano passado, o indicador apresentou queda de 34% em relação ao acumulado do ano e de 38% em relação a outubro.
  • Roubo de veículo: 21.048 ocorrências nos dez meses de 2020 e 1.899 em outubro. Na comparação com o ano passado, o indicador apresentou queda de 37% em relação ao acumulado do ano e em relação a outubro.
  • Roubo de rua (roubo a transeunte, roubo de aparelho celular e roubo em coletivo): 60.695 registros nos dez meses de 2020 e 6.022 em outubro. Na comparação com o ano passado, o indicador apresentou queda de 42% em relação ao acumulado do ano e de 37% em relação a outubro.
    Os dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) são referentes aos registros de ocorrência lavrados nas delegacias de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro no mês de outubro.
%d blogueiros gostam disto: