Covid-19: taxa de ocupação de leitos dispara na cidade e alerta para a necessidade de retomar cuidados

Com a flexibilização e o consequente relaxamento nas normas de proteção contra o covid-19, Petrópolis apresentou um aumento na taxa de contágio e, consequentemente no número de internações nos últimos dias. É o que mostra o Painel Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde. Os números, que se mantinham estáveis e apresentaram queda até o mês de setembro, dispararam em outubro e novembro, reforçando que é preciso que a população retome a atenção e cuidados anteriores.
Segundo o painel, a taxa de contágio, que aponta a capacidade de disseminação do vírus entre as pessoas chegou a 1,8, o que significa que a cada 100 indivíduos infectados a transmissão da da doença atinge outras 180 pessoas.

Aumento no número de internações
O recrudescimento da pandemia fez quase que dobrar o número de leitos públicos e privados ocupados na cidade, como mostra o painel: em 24 horas foram 46 internações, o que fez este número saltar de 54 para 100. Na rede pública de saúde (SUS), há disponíveis ainda 37 leitos clínicos e 51 de UTI.

Panorama
O número de casos confirmados na cidade é de 8.930, sendo que 7.679 recuperados e 842 ainda estão sob análise. O número de óbitos chegou a 304, com os casos computados até a quinta-feira (26).
Os locais com maior incidência de casos continuam sendo o Centro (802); Corrêas (693); Itaipava (468) e Alto da Serra (426).

Testes
A Prefeitura de Petrópolis continua promovento testagem em massa nos bairros. Nesta sexta-feira (27) as ações acontecem na Rua Teresa e nas Comunidades do Neylor e Alemão. Segundo o painel epidemiológico, foram realizados até o momento mais de 79 mil testes.

Com informações da Secretaria de Saúde e Diário de Petrópolis

%d blogueiros gostam disto: