Chapecoense faz homenagens às vítimas de acidente aéreo, que completa 4 anos

29 de novembro. É uma data que sempre ficará guardada. Quatro anos se passaram do acidente aéreo ocorrido em Medellín, na Colômbia, com o avião que levava jogadores, comissão técnica e direção da Chapecoense, além de jornalistas, para a primeira partida da decisão da Copa Sul-Americana de 2016, entre Atlético Nacional e Chapecoense. Naquela madrugada, 71 pessoas morreram. Apenas seis sobreviveram.
No sábado, na partida contra o Guarani, a equipe de Chapecó entrou em campo vestindo uniforme branco – com o objetivo de transmitir a ideia de paz – e com uma faixa em homenagem às famílias das vítimas, com dizeres sobre justiça e solidariedade. “Nunca esqueceremos. Quatro anos de saudades, todos juntos na busca por reparações e justiça! Solidariedade aos familiares das vítimas do acidente aéreo”, dizia a faixa.
A equipe também preparou, nas redes sociais, uma série de homenagens para este domingo, entre vídeos e mensagens especiais. Em um vídeo, o ex-goleiro Jakson Follmann, o ex-zagueiro Neto e o lateral Alan Ruschel (sobreviventes da tragédia) também prestam suas homenagens às vítimas do acidente.
Na região central das arquibancadas que ficam atrás do banco de reservas da Arena Condá, foi pintada uma estrela verde, que acompanhou uma mensagem nas redes sociais: “Eternizamos os nossos guerreiros no palco das suas maiores conquistas”.
Jakson Follmann também usou suas mídias sociais para expressar seus sentimentos nesta data. O ex-goleiro ressaltou que segue se reconstruindo, apesar das dores emocionais e físicas: “Amigos que se foram permanecem vivos em minha memória.”

Do Notícias ao Minuto

%d blogueiros gostam disto: