Testagem em massa do governo do Rio começa com baixa procura

Começa nesta sexta-feira a testagem em massa para a covid-19 no Rio de Janeiro. Inicialmente, são três pontos montados em duas cidades do estado: Hospital Alberto Torres e a UPA do Colubandê, em São Gonçalo, e o Hospital Zilda Arns, em Volta Redonda. A capacidade total será para 1.500 exames por dia.
A procura até a manhã desta sexta-feira, no entanto, deixou a desejar. No Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, apenas uma pessoa havia realizado o teste até as 9h.
Para realizar o exame gratuitamente é necessário fazer o agendamento por meio do aplicativo Dados do Bem, que está funcionando desde quinta-feira (3). O paciente precisa fazer um cadastro e preencher um questionário de autoavaliação.
Inicialmente, a ideia é testar um número maior de pessoas com sintomas de covid. O aplicativo é que fará a seleção dos pacientes. A testagem é direcionada aos pacientes sintomáticos, entre o primeiro e o sétimo dia do início dos sintomas, que tenham tido contato próximo de casos confirmados da doença.
Após receber o resultado, caso seja positivo para covid-19, o paciente poderá indicar até cinco contatos familiares para realizarem testes também. Para realizar o exame, o usuário deverá baixar o aplicativo Dados do Bem, realizar um cadastro e responder um questionário de autoavaliação.
Apenas pessoas a partir de 12 anos poderão realizar o exame. Após o cadastro, a plataforma selecionará os casos com probabilidade da doença e o paciente será chamado para realizar o teste. O agendamento será de segunda à segunda, de 7h às 19 horas. O usuário receberá o dia e horário do agendamento na unidade mais próxima da sua moradia pelo próprio aplicativo, assim como o resultado.
O aplicativo Dados do Bem pode ser baixado gratuitamente na loja de aplicativos do celular, o que pode ser feito também pelo site: https://dadosdobem.com.br/.

Teste RT-PCR e novos leitos
De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), o teste realizado será o RT-PCR, através da coleta de amostras no nariz com uma espécie de cotonete. Segundo a SES, as unidades para testagem serão ampliadas nos próximos dias de acordo com o comportamento da curva de infecção da covid-19, inclusive na capital do Rio. Além da testagem, a secretaria anunciou também a abertura de novos leitos UTI, no total de 348.
O secretário de estado de Saúde, Carlos Alberto Chaves, explica que a ampliação da testagem e aumento de leitos são essenciais para o atendimento adequado à população nesta etapa. “Estamos tomando as medidas necessárias para o enfrentamento aos novos casos de covid-19 no estado. Vamos ampliar ainda mais o número de leitos e testar o maior número possível de pessoas”, disse o secretário.

Fonte: O Dia

%d blogueiros gostam disto: