TEMPLO DE 2.500 ANOS DEDICADO À AFRODITE É ENCONTRADO NA TURQUIA

Em uma recente escavação na península de Urla-Cesme, localizada no oeste da Turquia, arqueólogos encontraram um templo de 2.500 anos dedicado à Afrodite, deusa do amor e da beleza. Em 2016, os primeiros fragmentos da estrutura foram descobertos, mas apenas agora, após quatro anos, que a construção foi finalmente identificada.
Cobrindo uma área de cerca de 1.600 metros quadrados, o antigo templo grego está bastante danificado. Ainda assim, guardava uma significativa quantidade de artefatos, deixado lá por povos do passado.
Em entrevista a agência de notícias da Turquia, Andalou, a chefe das escavações Elif Koparal, da Universidade Mimar Sinan, falou sobre a descobertahttps://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/historia-hoje/assentamento-mais-antigo-do-mundo-pode-estar-sendo-descoberto-na-turquia.phtml: “Durante a exibição da superfície, detectamos o templo de Afrodite do século 6 a.C. Afrodite era uma figura comumente adorada naquela época. É uma descoberta fascinante e impressionante”.
A arqueóloga também relatou a importância da ajuda da comunidade local, que impediu que as relíquias fossem saqueadas — algo que é bastante comum na região. Deste modo, os itens foram preservados até que pudessem ser levados para serem estudados.

Sobre arqueologia
Descobertas arqueológicas milenares sempre impressionam, pois, além de revelar objetos inestimáveis, elas também, de certa forma, nos ensinam sobre como tal sociedade estudada se desenvolveu e se consolidou ao longo da história.
Sem dúvida nenhuma, uma das que mais chamam a atenção ainda hoje é a dos egípcios antigos. Permeados por crendices em supostas maldições e pela completa admiração em grandes figuras como Cleópatra e Tutancâmon, o Egito gera curiosidade por ser berço de uma das civilizações que foram uma das bases da história humana e, principalmente, pelos diversos achados de pesquisadores e arqueólogos nas últimas décadas.

Fonte: Aventuras na História

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: