Brasil detectou 156 barragens “críticas” após desastre de Brumadinho

A ruptura da barragem em Brumadinho, que causou a morte de 270 pessoas há precisamente dois anos, levou o Governo federal a detectar e classificar como “críticas” 156 estruturas semelhantes, sendo que 63% pertencem a empresas privadas.
Ao final da manhã de 25 de janeiro de 2019, o município de Brumadinho, no estado de Minais Gerais, ficou parcialmente destruído por um mar de lama e resíduos após a ruptura de uma barragem de mineração da empresa Vale.
Além da gigantesca destruição de vegetação nativa, equivalente a cerca de 186 campos de futebol, o colapso da barragem causou a morte de 259 pessoas, sendo que os corpos de outras 11 continuam desaparecidos.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: