Após cobranças e pressão, Búzios garante manutenção da barreira sanitária

Após cobranças e muita pressão, a Prefeitura do município de Armação dos Búzios na Região dos Lagos do Rio de Janeiro informou em comunicado na noite desta sexta-feira (22/01) que as barreiras sanitárias serão mantidas. Em nota a Prefeitura afirma ainda que apenas a barreira não está sendo suficiente para conter a disseminação do coronavírus, visto que muitos automóveis utilizam outras vias para ingressar no município, descumprindo as normas sanitárias.
O comunicado oficial veio após a estrutura das barreiras estar sem agente, e sem funcionar, durante o dia inteiro gerando o questionamento da diretoria da Associação Comercial e Empresarial de Búzios (ACEB) que se reuniu na tarde desta sexta-feira, para tratar da retirada dos guardas municipais e equipe de fiscalização nas barreiras sanitárias, apontadas como uma das medidas previstas pelo Ajustamento de Conduta (TAC) entre a Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro com a Prefeitura. O trabalho só foi retomado por volta das 19h30 de sexta.
Devido à falta a de informação e dificuldades de comunicação, que já geravam repercussão na mídia de interesse regional e nacional, e temendo que a concretização da extinção das barreiras viesse a prejudicar a cidade, a diretoria reuniu-se com representantes do Poder Legislativo, os vereadores Gugu de Nair e Rafael Braga, e representantes do Poder Executivo, o secretário de Turismo, Cultura e Patrimônio Histórico Romano Lorenzi, acompanhado de membros de sua equipe.
O secretário de Turismo do balneário, Romano Lorenzi afirmou que a atual gestão tem conhecimento do TAC e dos termos a serem obedecidos e que estuda-se uma nova abordagem para a atuação na barreira. Lorenzi falou sobre a possibilidade de funcionamento em “horário de pico”, sem explicar como seria a logística. O secretário se comprometeu ainda, em trazer à ACEB informações detalhadas sobre o assunto, mas garantiu que as barreiras não serão extintas, sem poder explicar o motivo da ausência de servidores no local durante todo o dia.

Fonte: O Dia

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: