Cabo Frio anuncia medidas de incentivo ao turismo náutico

Na semana em que Cabo Frio sedia um dos maiores torneios de pesca esportiva oceânica do mundo, a Prefeitura anuncia uma série de medidas com o objetivo de fomentar o turismo náutico na cidade. A novidade foi revelada pelo secretário adjunto de Turismo, Carlos Cunha, que junto com o secretário de Turismo, Esporte e Lazer, Flávio Rosa, participou, na manhã desta terça-feira (26), da solenidade de colocação da placa informativa sobre o Marlim Azul em exposição na Praça da Cidadania, em frente à Praia do Forte.
A solenidade fez parte da programação da 28ª edição do Marlim Invitational, que começou no último dia 23 e segue até o próximo dia 31 de janeiro. O evento é realizado pelo Iate Clube do Rio de Janeiro (ICRJ), por meio da subsede da instituição no município, conta com apoio da Prefeitura, e este ano tem a participação de cerca de 18 embarcações e mais de 70 competidores de todo o mundo.
“Este Marlim em exposição na Praça da Cidadania é apenas uma réplica reduzida do maior Marlim que já foi pescado no mundo, que foi em fevereiro de 2001, em águas cabo-frienses, durante uma edição do Marlim Invitational. O Marlim original tinha mais de quatro metros de comprimentro, pesava cerca de 575 quilos, e 20 anos depois continua sendo o recorde mundial”, contou Eurico Soares, pescador responsável pela façanha, lembrando que hoje a pesca esportiva acontece de forma sustentável com devolução do peixe ao mar após medição e pesagem.
Vicente Arruda, comodoro do Iate Clube do Rio de Janeiro, lembrou que Cabo Frio é a capital mundial do Marlim de grande porte. “Isso acontece devido aos ventos fortes na costa da cidade que, ao mesmo tempo que tornam a pesca difícil, ajudam na preservação da espécie”, contou, explicando que a pesca esportiva acontece a 60 milhas da costa (cerca de 110 km), e que a etapa de Cabo Frio é classificatória para o mundial, que acontece na Costa Rica.

ORDENAMENTO E INCENTIVO AO TURISMO NÁUTICO
Logo após a colocação da placa com informações sobre o Marlim Azul, o secretário adjunto de Turismo, Carlos Cunha, revelou algumas medidas que estão sendo tomadas com o objetivo de fomentar o turismo náutico em Cabo Frio.
“Estamos atuando com foco nos turismos náutico, ecológico e esportivo, que são modalidades sustentáveis, que podem ser trabalhadas sem causar aglomeração, como requer este momento de pandemia que estamos vivendo. E pegando o gancho do Marlim Invitational, temos muitas novidades com relação ao turismo náutico que podem trazer excelentes resultados para Cabo Frio”, contou Carlos Cunha.
Algumas das ações anunciadas já estão acontecendo. É o caso da abertura do píer no Terminal de Transatlântico para utilização das embarcações. Pelas regras, o embarque e desembarque pode ser feito por, no máximo, duas embarcações de forma simultânea, com tempo máximo de 5 minutos. Outra medida que já está funcionando é a reabertura do Terminal de Passeio de Barcos, cedido à Associação de Barcos de Passeio, que agora é responsável pela manutenção do espaço.
“Além disso, estamos trabalhando no ordenamento das canoas havaianas com o projeto sendo todo custeado pela iniciativa privada. Também estamos fazendo uma revisão geral na Lei Municipal Nº 1.735/2003, que regulamenta a atividade náutica. Essa Lei é da época do acidente com o Tona Galea. De lá pra cá a atividade náutica se transformou tanto que deixou essa Lei desatualizada. Então já estamos trabalhando nessa revisão junto com a Capitania dos Portos, com a Guarda Marítima, com a secretaria de Meio Ambiente, com o Planejamento e também com a Posturas, de forma a tornar a atividade mais organizada e segura para todo mundo”, explicou Carlos Cunha.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: