PREFEITURA DE TERESÓPOLIS FAZ ABERTURA OFICIAL DO ANO LETIVO 2021

O Prefeito Vinicius Claussen, acompanhado da secretária de Educação, Satiele Santos, da chefe do Departamento Pedagógico, Maria Cristina Lopes Esteves, e da psicóloga do Departamento de Educação, Carla Helena, Ferreira da Silva, participou da abertura oficial do Ano Letivo 2021 em Teresópolis. Por meio digital, disponibilizado para o público em geral, mas tendo como convidados especiais todo o corpo escolar, tais como, professores, diretores, equipes de apoio, o ‘Conectados pela Educação’ terá programação durante essa semana, que antecede o início das aulas na Rede Municipal de Ensino, no sistema remoto.
Durante a apresentação, o Prefeito Vinicius Claussen anunciou diversos investimentos para a Educação do município. Entre as ações, aquisição de móveis; novas obras e efetivação das reformas licitadas; compra de material de sanitização; entrega do kit material escolar; e continuidade do programa Agricultura Familiar na Escola; entre outras. Além disso, o Prefeito confirmou o pagamento do cartão alimentação escolar para este mês de fevereiro.
“Parabenizo a todos que participaram do processo de educação em 2020. Funcionários da Secretaria de Educação, professores, diretores, assim como pais e alunos, conseguiram superar os desafios enfrentados. Destaco também meu respeito aos sindicatos municipal e estadual da categoria e podemos garantir que o retorno às aulas será de forma responsável e segura. A partir do dia 8 começa o ano letivo para os alunos. Faremos a carga do cartão escolar. Enviaremos o GFED, recurso que vai reforçar a estrutura das unidades escolares. Educação é a ferramenta que transforma a comunidade!”, frisou Vinicius Claussen.
A secretária de Educação, Satiele Santos, também enfatizou a preocupação e o cuidado da gestão municipal na elaboração do plano de retorno às aulas. “Agradeço a todos os professores, equipe diretiva e toda a comunidade escolar envolvida nas atividades do ano letivo de 2020. A gente vem se reunindo há algumas semanas para elaborar o Plano de Retomada das aulas e a intenção da Secretaria é construir coletivamente uma solução para todas as questões pontuadas por toda a comunidade escolar”.
Satiele Santos ressaltou que as aulas de forma híbrida vão acontecer somente quando todas as unidades escolares tiverem passado pela avaliação da equipe da Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde. “Serão observados os espaços de cada escola, entre outros requisitos a serem seguidos para que todas as medidas protocolares de enfrentamento à disseminação do coronavírus sejam respeitadas”, assegurou a secretária, pontuando que os diretores estão autorizados a usar o recurso emergencial repassado para as unidades, além do GFED, para aquisição dos materiais necessários.
A secretária enfatizou ainda que nenhum aluno será obrigado a ir à escola, já que o responsável poderá optar pelo sistema remoto. As adequações pedagógicas serão feitas pelo corpo técnico da Secretaria Municipal de Educação juntamente com a equipe gestora de cada Unidade Escolar.
O plano de retomada será reavaliado a cada 21 dias pela Secretaria M. de Saúde, que analisará o perfil epidemiológico de cada unidade escolar, ouvindo também os apontamentos da equipe gestora das escolas. A partir dessas avaliações serão definidos os próximos passos. Assim, todas as decisões e medidas serão tomadas em conjunto pelas secretarias municipais de Educação e de Saúde.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: