Rio: polícia fecha laboratório protético que adquiria material em cemitérios clandestinos

A Polícia Civil interditou nesta segunda-feira (1°) um laboratório protético irregular em Ricardo de Albuquerque, bairro da Zona Norte do Rio. Segundo as investigações, o estabelecimento adquiria parte do material utilizado para confecção das próteses dentárias de cemitérios clandestinos na Região Metropolitana do Rio.
De acordo com a polícia, o material é conhecido como roach – prótese dentária removível – e passava por um processo químico para ganhar aparência de produto novo.
Por meio do esquema, segundo os investigadores, os responsáveis comercializavam as próteses livremente aos consultórios odontológicos do Rio de Janeiro.
Os agentes da Delegacia Especial de Crime contra o Consumidor (Decon) prenderam os responsáveis pelo local em flagrante por crimes contra o consumidor e contra a saúde pública.

Fonte: G1

%d blogueiros gostam disto: