Ressonância magnética e tomógrafo voltam a operar no HAC

Os aparelhos de ressonância magnética e tomografia voltaram a funcionar nesta sexta-feira no Hospital Alcides Carneiro (HAC). Ambos foram encontrados inoperantes, após apresentarem problemas em novembro. Segundo o prefeito interino Hingo Hammes, os equipamentos, agora, serão utilizados em horário ampliado, na tentativa de zerar a fila que se formou em 2020, em função da pandemia e da paralisação dos exames.
A ressonância, que funcionava das 7h30 às 18h, agora terá operação até 21h30. A previsão é que, com o equipamento, o município consiga fazer 500 exames por mês, com prioridade, neste início, para pacientes da oncologia. Já o tomógrafo vai funcionar 24h. A capacidade é de 2 mil exames por mês.
“Com a retomada dos exames no hospital vamos trabalhar para zerar a fila. No caso da tomografia, contamos na rede, ainda, com dois hospitais, o Hospital Clínico de Corrêas (HCC) e o Hospital Nossa Senhora Aparecida (HNSA), que são credenciados pelo SUS e estão oferecendo uma quantidade maior de exames neste mês de fevereiro”, lembrou Hammes, frisando que o governo interino trabalhou para garantir o funcionamento dos equipamentos, liberando, já nos primeiros dias à frente da administração municipal, recursos para a contratação de técnicos e compra de peças e insumos necessários para os reparos.
O secretário municipal de Saúde, Aloisio Barbosa da Silva Filho, explicou que o município segue trabalhando para contratar uma empresa para o serviço de ressonância, para encurtar mais rapidamente a fila de espera, mas deixou claro que há dificuldades neste processo. “Tentamos fazer a contratação emergencial, mas ainda não conseguimos. De qualquer forma, já estamos abrindo processo licitatório. Vamos contratar uma empresa privada para acelerar o trabalho e encurtar, o quanto antes, esta fila”, detalhou.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: