Programa Professor Tecnológico de Petrópolis (PPTP) vai garantir notebooks para equipes gestoras da rede municipal

Subsídio de R$ 3 mil será oferecido aos professores regentes de turma e equipes gestoras da rede

Com objetivo de otimizar o ensino remoto na rede municipal, o prefeito interino Hingo Hammes, por meio da Secretaria de Educação, vai enviar um Projeto de Lei à Câmara Municipal que garantirá aos professores regentes de turma e equipes gestoras da rede um subsídio de R$ 3 mil, com recursos federais, em parcela única, para a compra de notebooks. A ferramenta vai assegurar mais qualidade ao ensino remoto e agilidade tanto na produção de conteúdo quanto no uso da plataforma Educa em Casa. A Educação também já enviou verba para as unidades escolares para a compra de novos computadores (desktops), para dar mais agilidade às atividades internas.
“Todos tivemos que nos reinventar por conta da pandemia e com os professores não foi diferente. Eles tiveram que aprender novas técnicas, ajustar suas rotinas para dar suporte aos alunos. Os equipamentos garantem um apoio que é necessário aos profissionais. O computador será um aliado na preparação dos conteúdos e na publicação na nossa plataforma Educa em Casa”, afirma a secretária de Educação, Marcia Palma.
O Programa Professor Tecnológico de Petrópolis (PPTP) prevê que o subsídio será feito por meio de reembolso de despesa aos docentes no ato da compra do computador, com valor máximo de R$ 3 mil em uma única parcela. A manutenção do equipamento será de responsabilidade única e exclusiva de cada profissional e a perda ou furto acarretará a não liberação de novo subsídio. O recurso também não será incorporado aos vencimentos dos beneficiários e não será considerado para cálculo de nenhuma vantagem pecuniária.
O pagamento do subsídio também deverá seguir algumas regras: o valor será liberado apenas para professores que recebam a regência de classe e para equipe gestora (diretores, diretores adjuntos e orientadores). Também será extensivo aos professores do quadro efetivo lotados e ocupantes de funções gratificadas nos departamentos de educação infantil, ensino fundamental e educação especial, supervisão e inspeção escolar.
A Secretaria de Educação também configurou o projeto tendo em vista a formação continuada dos docentes, o apoio às formas remotas de ensino, com conteúdo pedagógico adequado e interações necessárias para as atividades do ensino remoto e melhoria da qualidade do ensino.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: