Sindicato dos rodoviários agenda reunião com Setranspetro para negociar data-base da categoria

Na tarde da última quinta-feira, 04 de março, a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Petrópolis, recebeu oficio do Setranspetro – Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários de Petrópolis estabelecendo uma data para uma reunião de trabalho e continuidade das negociações da convenção coletiva da categoria, de forma que o encontro ficou firmado e será realizado na quarta-feira, dia 17 de março às 15h na sede do Setranspetro.

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Petrópolisacredita que o oficio e o agendamento se deu por conta do oficio entregue ao Setranspetrona quarta-feira, 03 de março, solicitando que fosse definida uma data para o encontro entre os representantes do sindicato e de fato iniciada as negociações da data-base.

“É muito importante que todos os trabalhadores rodoviários estejam cientes que com o intuito de nos adiantarmos e promovermos o processo mais transparente e correto possível, o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Petrópolispromoveua Assembleia Geral dos Trabalhadores da Categoria em janeiro, e entregou em mãos, em forma de ofício protocolado, a pauta de reivindicações para a Convenção Coletiva 2021, na sede do Setranspetroainda em janeiro. A pauta entregue ao Setranspetrofoi o resultado das duas sessões da Assembleia Geral Extraordinária e nela estão às solicitações dos trabalhadores, bem como outras reivindicações propostas pela diretoria do Sindicato”, pontuou Edson de Oliveira, Presidente do Sindicato.

Mas de acordo com Edson de Oliveira, o trabalhador também precisa estar atendo, pois legalmente não existe um prazo estabelecido para as negociações e com o intuito de garantir os direitos dos trabalhadores o Departamento Jurídico do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Petrópolisno âmbito do direito coletivo do trabalho ajuizou, na sexta-feira, 26 de fevereiro, um protesto diante do TRT – Tribunal Regional do Trabalho para prover a manutenção do direito e garantias a partir da data-base.

“Na prática mesmo que as negociações se estendam todos os trabalhadores da categoria terão não apenas os direitos adquiridos na negociação, como também esses direitos retroagirão à data base, ou seja, terão validade a partir de 01 de março de 2021. Nós acreditamos que as empresas estão aguardando o INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor, de fevereiro 2020 para que de fato se inicie as negociações”, ressalta o presidente.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: