seg. out 18th, 2021

Em reunião na noite de domingo, rodoviários e Setranspetro descartam paralisação

Em reunião extraordinária promovida na noite do domingo, 21 de março, das 18h às 21h, entre membros da equipe e diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Petrópolis, representantes do Setranspetro – Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários de Petrópolis, bem como com a presença dos vereadores Júnior Coruja e Yuri Moura e trabalhadores da categoria, ficou acordado que fica suspensa a paralisação que havia sido divulgada pelo grupo denominado “Rodoviários de Petrópolis”, que possui uma fanpage na plataforma Facebook.
A reunião foi finalizada com compromissos firmados por parte do Setranspetro que serão avaliados pela categoria na Assembleia Geral dos Trabalhadores já convocada por meio de edital e nas mídias sociais do Sind. Rodoviários para quarta-feira, 24 de março, com duas sessões com chamada às 10h e às 15h. Dentre os compromissos apresentados pelo Setranspetro estão o aumento salarial de 5% (cinco por cento), ampliação do valor da cesta básica para R$330,00 (trezentos e trinta reais), horário de almoço sendo 30 minutos fracionados e regulamentados, ressaltando o fato de que a pausa entre as viagens só será contabilizada em pausas superiores a 5minutos, e 30 minutos indenizados.
O representante do Setranspetro leva para avaliação dos empresários outros aspectos, que serão apresentados ao Sind. Rodoviários em nova reunião de negociação, já agendada para a terça-feira, 23 de março, às 17h, ou seja, antes da Assembleia Geral dos Trabalhadores, questões estas que serão levadas para a Assembleia com a categoria.
Dentre as questões que serão levadas para avaliação dos empresários, estão à avaliação de um abono salarial, dividido em duas etapas, o retorno da inclusão no contracheque do banco de horas, regulamentação da função de motorista júnior, bem como a possibilidade de escala de 12h trabalhadas por 36horas de descanso.
O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Petrópolis ressalta que nenhuma das questões acima está fechada, visto que todas as reivindicações ao se tornarem propostas precisam ser aprovadas em votação em Assembleia Geral dos Trabalhadores.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: