Turistas são flagrados burlando barreiras sanitárias em transporte público

Na tentativa insistente de entrar nas cidades que adotaram medidas mais restritivas para conter o avanço da Covid-19, turistas estão burlando as barreiras sanitárias instaladas neste sábado (20). Grupos de cerca de 100 pessoas foram flagradas desembarcando no terminal de excursão de São Pedro da Aldeia com bagagens, e entrando em ônibus da Salineira (empresa regional de transporte público), que seguem naturalmente para Cabo Frio, Arraial do Cabo e Búzios sem serem parados pela fiscalização.
Além de usar o transporte coletivo, alguns também contratam táxis e Uber para infringir os decretos que proíbem ônibus de excursão.
As prefeituras dos municípios da Região dos Lagos decidiram adotar medidas restritivas mais duras, para conter a rapidez com que a Covid vem contaminando e matando numa média alucinante acima de duas mil pessoas no Brasil nos últimos dias. A cidade do Rio de Janeiro proibiu praias e a entrada ônibus fretado. Era previsível que muitos procurassem a região.
Dentre as medidas adotadas pelos prefeitos, estão barreiras e proibição de excursão. Mas os excursionistas insistem em burlar a lei e ignoram o risco da pandemia.
A denúncia foi encaminhada para o secretário de Mobilidade Urbana, Jefferson Buitrago, do Comitê Executivo da Covid-19, que afirmou que iria entrar em contato com a direção da empresa para coibir a atitude. Assim que ficou sabendo do ocorrido, o secretário de governo Aquiles Barreto ligou para o prefeito de São Pedro da Aldeia, Fabio do Pastel, pedindo para que ele intensifique a fiscalização neste ponto onde está acontecendo o desembarque clandestino de passageiros.
Questionados sobre o uso da frota no transporte irregular dos grupos de turistas, o Grupo Salineira informou que detém a concessão das linhas municipais e intermunicipais. “O vídeo vinculado nas redes sociais mostrou um coletivo no interior do estacionamento dos ônibus de turismo em razão da necessidade de embarque de um cadeirante. Cumpre ressaltar que os municípios instalaram barreiras sanitárias e só entram nas cidades passageiros de ônibus de turismo com voucher de reserva em hotéis e pousadas. A empresa vem cumprindo seu papel de transportar pessoas cumprindo os decretos e todas as medidas de combate a COVID19”, disse a nota.


Fonte: O Dia

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: