Operação choque de ordem garante cumprimento de decretos nesta terça-feira

A Operação Choque de Ordem, que reúne secretarias municipais em parceria com as forças de segurança, esteve nas ruas do centro, bairros e distritos, na manhã desta terça-feira (30), fiscalizando estabelecimentos comerciais que estivessem descumprindo o novo decreto municipal, publicado na segunda-feira (29). Neste primeiro dia de medidas emergenciais mais restritivas, foram sete estabelecimentos intimados a fechar as portas e um multado por desobedecer as normas.
No Centro, a multa de R$ 2 mil foi aplicada contra uma loja de departamentos que, apesar de ter sido orientada pela manhã, no início da tarde as equipes de fiscalização flagraram o estabelecimento descumprindo as determinações. “Tentavam burlar o decreto com o sistema take-away, porém, permitiam que clientes escolhessem os produtos pela vitrine e efetuassem o pagamento na porta do local, além de não ser permitido ainda estava gerando aglomerações”, explica a secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública, Karina Bronzo.
De acordo com a secretária, apenas lanchonetes, restaurantes, bares, quiosques e similares podem trabalhar com delivery e take away, conforme previsto em decreto municipal. Há também estabelecimentos que trabalham com gêneros alimentícios, autorizados a trabalhar desta maneira. “Aqueles que insistirem no descumprimento do decreto correm o risco de terem seus estabelecimentos interditados”, frisa Karina Bronzo.
Estabelecimentos também foram fechados nos bairros e nos distritos. Além dos espaços comerciais não essenciais flagrados em funcionamento, as equipes de fiscalização também estiveram com vendedores ambulantes. Eles foram orientados e suspenderam as vendas.
As ações conjuntas entre os órgãos da Prefeitura e forças de segurança para coibir o descumprimento das normas vão se estender de forma intensificada até o fim do decreto. As medidas foram necessárias para tentar conter os casos de covid-19 na cidade. Até a noite de segunda-feira (29/03), Petrópolis já registrava a morte de 673 pessoas. O número de pessoas internadas em leitos destinados à covid-19 bateu recorde na cidade: 334 pessoas, sendo 148 em leitos de UTI. Além disso, os pontos de apoio montados para atendimento a pessoas com sintomas de covid-19 têm registrado aumento na procura. Só no mês de março, os três pontos de apoio montados pelo município fizeram 6.468 atendimentos (até domingo, dia 28). Oitocentos foram registrados apenas de sexta-feira a domingo. O número representa um aumento de 52% em relação ao mês de janeiro.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: