qui. jul 29th, 2021

Principais indicados ao Oscar podem ficar fora do streaming e dos cinemas

Semanas antes da cerimônia do Oscar, era comum que cinéfilos embarcassem em maratonas para assistir à maioria dos filmes que concorrem aos principais prêmios. Mas, neste ano, isso vai ser mais difícil no Brasil -e, sobretudo, em São Paulo.
No pior momento da pandemia no país, as necessárias medidas para conter o vírus deixaram apenas 128 salas de cinema funcionando no Brasil, ou seja, 3,6% do total.
Isso impacta diretamente a disponibilidade dos indicados ao Oscar, muitos deles na lista de concorrentes a melhor filme. Neste ano, estão indicadas oito produções na categoria -sendo que três delas têm cenário ainda nebuloso para chegar aos cinemas e ao streaming e podem não ser vistas no Brasil antes da cerimônia da premiação, em 25 de abril. São eles “Minari”, “Bela Vingança” e “Nomadland”.
Este último chega ao Oscar como favorito. De acordo com a Disney, distribuidora por aqui, a data de estreia no Brasil é 15 de abril. Mas isso pode mudar, já que São Paulo terá uma reavaliação das regras da quarentena em 11 de abril, quando em tese há chances de os cinemas reabrir -mas o cenário parece cada mais improvável, em um momento em que a pandemia está fora de controle.
Com isso, a distribuidora pode ter que optar entre adiar a estreia no Brasil ou fazer o lançamento com somente 3% das salas abertas.
Outra possibilidade seria “Nomadland” estrear direto no streaming, o que não deve ocorrer porque a obra não dialoga diretamente com o catálogo do Disney+. Uma alternativa seria o lançamento em um dos braços da plataforma, o Star+, mas o serviço ainda está indisponível no Brasil.
Outro indicado a melhor filme, “Bela Vingança” é protagonizado por Carey Mulligan e estava previsto para chegar aos cinemas em 8 de abril, mas teve o lançamento postergado para o dia 22. Ainda não se sabe se a data irá se manter caso São Paulo não reabra as salas.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: