Morre o cantor Agnaldo Timóteo, aos 84 anos, de complicações da Covid-19

Após ser internado no Hospital Casa São Bernardo, na Barra, no dia 17 de março, o cantor e compositor Agnaldo Timóteo morreu neste sábado, em decorrência de complicações relacionadas à Covid-19, aos 84 anos.
Timóteo chegou a receber a primeira dose da vacina contra o coronavírus, mas foi diagnosticado com a doença após sentir-se mal, com pressão baixa, segundo relato de seu sobrinho, Timotinho Silva. O cantor chegou a deixar a UTI na sexta-feira (19), mas não resistiu à infecção. Em 2019, o cantor passou 59 dias internado, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) no mês de maio.


Nascido em Caratinga, MG, em 16 de outubro de 1936, Agnaldo Timóteo Pereira iniciou sua carreira como intérprete de versões de sucessos internacionais. Com a ajuda de Aldair Pinto cantou nas rádios Inconfidência, Itatiaia, Mineira e Guarani. Teve a oportunidade de conhecer Angela Maria em um show que ela realizou em Belo Horizonte e ela deu-lhe o conselho para ir para o Rio de Janeiro, onde, provavelmente, teria mais chances e oportunidades. De fato, na capital fluminense seu talento logo se fez notar e conseguiu grande popularidade, principalmente nas décadas de 1960-1970, participando de renomados programas de rádio.

Agnaldo foi recordista de vendas de discos e agraciado com vários prêmios ao longo de sua carreira de 55 anos.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: