sex. jul 30th, 2021

Operação ‘Conscientização Verde’ nas áreas de preservação ambiental em Búzios foi um pedido do Prefeito Alexandre Martins

Uma força tarefa com intuito de paralisar e embargar obras clandestinas e irregulares em áreas de proteção ambiental (APA) foi realizada nesta quinta-feira (08) no município de Armação dos Búzios na Região dos Lagos do Rio de Janeiro a pedido do Prefeito Alexandre Martins.
A operação teve a participação e a parceria das Secretarias do Meio Ambiente, Pesca e Urbanismo, Segurança e Ordem Pública, UPHAM, INEA, Procuradoria, Defesa Civil e o Oitavo Grupamento de Policia Ambiental.
O chefe do executivo buziano em companhia dos secretários Evanildo Nascimento (Meio Ambiente) e Marcus Vallerius (Serviços Públicos), estiveram nesta quarta-feira(07), vistoriando o entorno da Serra das Emerências, pelo lado do bairro José Gonçalves. Segundo o prefeito, literalmente eles adentraram na mata, constatando várias obras irregulares em áreas ambientais: ‘Importante ressaltar, que esse local é uma área ambiental estadual, pertencente a APA do Pau Brasil e Parque Estadual da Costa do SOL, mas o solo é municipal, então precisamos fiscalizar e conscientizar as pessoas. Por ser uma área constituída de morros, os governos passados não tiveram a sensibilidade de orientar e chamar para a legalidade. Assim, essa operação visa paralisar e embargar as obras irregulares’, afirmou Alexandre Martins, Prefeito de Búzios.
O secretário Evanildo (Meio Ambiente), que está à frente dessa força tarefa, também ressaltou, sobre o risco das construções irregulares e suas consequências: ‘O objetivo da operação não é penalizar as pessoas, e sim orientar sobre a legalidade, evitando assim, que no futuro, com crescimento irregular, aconteçam demolições. Estamos trabalhando para fazer o marco físico, demarcando toda a área do Parque Estadual da Costa do Sol, no entorno da Serra das Emerências, de José Gonçalves até Tucuns’, comenta Evanildo.

Fonte: O Dia

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: