seg. out 18th, 2021

Covid-19: novo decreto municipal mantém barreiras sanitárias e determina regras para o funcionamento de estabelecimentos

O governo municipal está prorrogando até o dia 2 de maio uma série de medidas restritivas em função da covid-19. Decreto que será publicado ainda hoje (19) mantém as barreiras sanitárias e determina regras para o funcionamento de estabelecimentos. A permanência de pessoas nas vias, áreas e praças públicas segue proibida das 22h às 5h, assim como o acesso de veículos de excursão. A entrada na cidade está restrita a moradores que comprovarem residência, trabalhadores que venham prestar serviços essenciais ou pessoas que tenham voucher de lojas dos polos de moda ou da rede hoteleira.
Também permanece proibida a venda de bebida alcoólica nas lojas de conveniências dos postos de gasolina para consumo no local. Os estabelecimentos autorizados a funcionar, como comércio, bares e restaurantes, devem observar as exigências referentes às medidas de isolamento, distanciamento interno e externo, assepsias e ações protetivas de empregados e clientes, como lotação, distanciamento de 1,5 metros entre as mesas para, no máximo quatro pessoas. O consumo de bebidas é permitido apenas a clientes que estejam sentados.
Também é necessário manter visível, na entrada, cartaz com informação sobre ocupação máxima, levando em conta a metragem do espaço, assegurando o distanciamento necessário entre as pessoas. Esses estabelecimentos autorizados a funcionar têm restrições, estando obrigados a limitar a ocupação, exigir o uso de máscaras, oferecer álcool em gel e cumprir as regras que fixam os horários de funcionamento. Fica facultativo o funcionamento de pontos turísticos da cidade, públicos ou privados, parques e cachoeiras.
As autoridades municipais pedem que a população mantenha os cuidados para evitar a disseminação do coronavírus. Se for necessário sair, é importante usar máscara, assim como manter o distanciamento e a higienização das mãos. A orientação é que todos adotem as medidas de prevenção, evitando aglomerações e só saindo de casa se necessário. Além de manter medidas para tentar conter a disseminação do coronavírus, a Prefeitura vem cobrando a entrega de remessas maiores da vacina para que seja possível ampliar as ações de imunização.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: