sáb. set 18th, 2021

Prefeitura inicia tratamento novo na rede SUS para pessoas com artrose

Viscosuplementação já é utilizada no Centro Municipal de Ortopedia
Melhorar a qualidade de vida de pacientes com artrose nos joelhos. Com este objetivo, a Secretaria de Saúde está disponibilizando um novo procedimento na rede pública de saúde: a viscosuplementação. O procedimento – feito por meio de uma infiltração intra-articular de ácido hialurônico – começou a ser realizado no Centro Municipal de Ortopedia. Antes o procedimento estava disponível apenas na rede particular. Na tarde de quinta-feira (06.05) o prefeito interino Hingo Hammes e o secretário de Saúde Aloisio Barbosa da Silva Filho estiveram no CMO acompanhando o novo serviço.
“É um procedimento novo que estamos trazendo para a rede pública e que fará muita diferença na vida dos pacientes com artose nos joelhos, sobre tudo os idosos, que muitas vezes ficam com problemas de locomoção por conta da doença. É um procedimento que certamente irá melhorar muito a qualidade de vida destes pacientes”, destaca o prefeito interino Hingo Hammes.
“Tive um trauma no joelho por conta de uma pancada e há mais de um ano sentia muitas dores. Isso me atrapalhava muito. Acabei de fazer o procedimento e já senti uma melhora”, contou o paciente Valter Moraes, de 65 anos. “Agora vou poder voltar a dançar um forró”, comemorou ainda durante a aplicação.
“É uma terapia moderna, que melhora a mobilidade do paciente, pois reduz a dor e o processo inflamatório. Um tipo de tratamento que faz muita diferença no dia a dia, na melhora da qualidade de vida do paciente”, completa o secretário de Saúde Aloísio Barbosa da Silva Filho.
A viscosuplmentação é uma terapia adjuvante no tratamento de pacientes com quadro inicial ou intermediário de artrose, que é realizado no Centro de Ortopedia pelos especialistas Rodrigo Freitas e Sérgio Ricardo Neto
“A artrose não tem cura. É uma doença que exige tratamento e que muitas vezes compromete muito a mobilidade do paciente, pois ele tem perda de equilíbrio, desenvolve quadro de sinovite (inflamação) e sofre com dores. Há casos graves em que a cirurgia é necessária, mas a viscosuplementação é uma ferramenta importante, sobre tudo nos quadros iniciais e intermediário, pois ela contribui para que os casos não se agravem”, explica o ortopedista Rodrigo Freitas.
Para ter acesso a terapia, o paciente deve ser encaminhado ao ambulatório de artrose, no Centro Municipal de Ortopedia, onde passa por avaliação e triagens com os ortopedistas. Neste primeiro momento, a capacidade de 10 procedimentos por semana será limitada à metade (cinco) por conta da pandemia de covid-19.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: