sáb. set 18th, 2021

Polícia indicia 31 pessoas por aplicar golpes em servidores públicos

A Polícia Civil indiciou 31 pessoas envolvidas em um esquema de empresas financeiras que aplicaram golpes contra servidores públicos. Cerca de 500 pessoas foram vítimas dos golpistas que roubaram um valor estimado em torno de R$ 100 milhões.
O esquema envolve 20 empresas financeiras que ofereciam empréstimo consignado com a promessa de fazer aplicações que renderiam lucro às vítimas. A delegada Raíssa Celles explica com o golpe da margem consignada (denominação dada a essa fraude) eram aplicados.
“Nós identificamos um golpe bem rebuscado que atingiu em especial servidores públicos oferecendo crédito consignado ao servidor. 10% ficava com a vítima e os outro 90% a vítima repassava para a empresa que se encarregaria de fazer aplicações com a promessa de um grande lucro e, além de pagar todas parcelas do empréstimo, elas ainda de tempos em tempos dariam parte desse lucro para a vítima. Só que em determinado momento ela (empresa) parava de fazer esse pagamento e sumia com o dinheiro da vítima”.

Orientações para não cair no golpe
Raíssa Celles alerta que alguns sinais do golpe podem ser identificados e evitados. Promessas de lucros altos e de forma fácil devem levantar suspeitas. Além disso, é importante pesquisar sobre a empresa.
“Desconfie de excelentes oportunidades. Se certifique da confiabilidade de uma empresa, isso pode ser feito na própria internet. E caso você identifique que caiu em um golpe, procure a delegacia mais próxima da sua residência, pois isso ajuda a polícia a identificar e prender esses criminosos, além de evitar que outras vítimas caiam no golpe”.
Os envolvidos foram indiciados por associação criminosa, crimes contra a paz pública, crimes contra as relações de consumo, “lavagem” ou ocultação de bens, crimes contra a administração em geral e contra a economia popular.

Fonte: O Dia

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: