sex. dez 3rd, 2021

Vacinação contra a Covid-19 em Caxias tem mais uma manhã de filas, aglomerações e idosos revoltados

Filas, aglomerações, reclamações e choro de idosos revoltados em mais um dia da confusa vacinação em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Novamente aplicando a segunda dose da CoronaVac, o município segue repetindo os mesmos erros dos últimos dois meses, levando ao desespero quem procura se imunizar contra a Covid-19. Nesta quarta-feira, os problemas ocorreram no posto montado no Centro municipal de Saúde, no Centro da cidade.
Desde a noite desta terça-feira muitas pessoas foram para a porta do posto, que fica na Rua da República. Durante a madrugada, outras mais chegaram e, pela manhã, uma imensa fila com milhares de pessoas passava por cinco quarteirões. De acordo com a prefeitura, estava prevista a imunização de pessoas que receberam a primeira dose no dia 27 de março. No entanto, pessoas que tomaram em outras datas e estavam nos primeiros lugares receberam a aplicação.

Covid-19: Rio retoma vacinação de grávidas e puérperas, mas só com CoronaVac e Pfizer
Por volta das 10h, vendo que o estoque recebido não seria suficiente, funcionários da prefeitura percorreram a fila tentando retirar pessoas fora da data prevista, o que causou um principio de tumulto. Uma das retiradas foi a aposentada Wanda Pacheco Marins, de 65 anos. A idosa, que é cega, diabética, hipertensa e tem problemas de locomoção, chegou ao local às 4h e ainda pediu ao fiscal para receber a segunda dose, mas foi mandada embora.
— Não deixaram eu me vacinar, estou muito triste. Eu tenho diversos problemas, ninguém tem pena da gente — disse.
Moradora da Pauliceia, a também aposentada Cleuza Francisca de Souza, de 72 anos, foi mais uma a chegar de madrugada e ser mandada para casa por ter tomado a primeira dose no dia 29 de março. Acompanhada da bisneta Julia, de apenas 10 anos, ela encostou em um poste após ser retirada da fila e chorou:
— Eu tomei dia 29, mas eles disseram que era pra quem tomou antes do dia 27. Só que eu estou recém-operada do joelho e de catarata. Estou com muita dor, vim tomar a vacina e eles mandaram eu esperar a minha data e não quiseram dar a minha vacina. Eu tenho problemas, não posso andar, tenho de pegar táxi. Eu me sinto humilhada por que eu tenho 72 anos, tenho problemas para andar, tem de ficar uma criança me arrastando, eu faço uma crianca de muleta. Nem isso comoveu eles, eu me sinto desprezada. Sou moradora de Caxias há 60 anos.
Em nota, a prefeitura de Duque de Caxias informou que nesta quarta-feira foi realizada a aplicação da segunda dose de Coronavac naqueles que receberam a primeira no dia 27 de março ou antes. Segundo o comunicado, foi disponibilizado no Centro Municipal de Saúde um quantitativo limitado de vacinas para alcançar esse grupo, que aguarda há mais tempo pela injeção de reforço.
Ainda segundo a prefeitura, os idosos que não receberam a vacina não cumpriam os critérios para tomá-la, e por isso foram orientados pelos agentes municipais a voltar para casa. A nota também ressalta que a vacinação de segunda dose de Coronavac depende da quantidade de frascos disponibilizados pelo Ministério da Saúde e que esse número tem sido menor do que a demanda de procura. Trata-se de um problema não só de Duque de Caxias, mas de todo o Brasil, completa a prefeitura.

Fonte: Extra on Line

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: