sáb. set 18th, 2021

CBG e Estácio celebram parceria que vai oferecer bolsas de estudo a atletas

Instituição educacional contribuirá para a formação de ginastas do Brasil

A Confederação Brasileira de Ginástica acaba de fechar uma parceria com a Estácio, uma das maiores e mais respeitadas instituições educacionais do Brasil. O acordo permitirá que bolsas de estudo em cursos universitários de graduação e pós-graduação sejam oferecidas a ginastas, treinadores de Seleções e colaboradores da CBG em todo o País.
“Além de contribuirmos para a formação de grandes atletas, queremos oferecer ao mercado de trabalho do Brasil grandes profissionais, excelentes cidadãos. É por isso que nos orgulhamos muito dessa nova parceria que fechamos, com uma instituição de ensino com o porte e a respeitabilidade da Estácio”, afirma a presidente da CBG, Luciene Resende.
“Sabemos que, para muitos estudantes, é difícil conciliar carreira e ensino. E, para os profissionais do esporte, não é diferente. Por isso, oferecemos aos nossos alunos o que a tecnologia pode entregar de melhor e a flexibilidade de diferentes modalidades. Acreditamos no esporte e, com essa parceria, esperamos que esses novos alunos conquistem, além de medalhas, o ensino superior” afirma Cláudia Romano, vice-presidente de Relações Governamentais, Comunicação e Sustentabilidade da Estácio.
Com mais de 50 anos de tradição no ensino superior, a Estácio é pioneira no ensino digital e oferece acesso a um ensino de qualidade em larga escala. Na graduação, a Estácio possui diferentes formatos de ensino, elaborados para atender a cada perfil de estudante, incluindo atletas, que poderão escolher entre o ensino Presencial, Semipresencial, Digital ou Flex, de acordo com a sua necessidade.
Segundo Henrique Motta, Coordenador Geral da CBG, a parceria vai render muitos frutos. “Essa iniciativa faz parte do programa de transição de carreira dos atletas, e contempla uma necessidade nossa, que é começar a construir o futuro dos ginastas. Além disso, colaboradores e treinadores das Seleções poderão aprimorar a formação. Com a equipe cada vez mais qualificada, teremos uma capacidade ainda maior de desenvolver a Ginástica Brasileira”.
Aluna do curso de graduação em Educação Física da Estácio, Maria Eduarda Arakaki, a capitã da Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica, é testemunha do potencial transformador da parceria. “Ter a oportunidade de estudar enquanto ainda desenvolvo a carreira de atleta, que é muito curta, está sendo incrível. Quero continuar na área do esporte, na ginástica mesmo, quando parar de competir. A Estácio é extremamente importante para o nosso futuro”.
Lucas Barbosa, um dos principais nomes da Ginástica Aeróbica do Brasil, é outro atleta que está se preparando academicamente. “Fazer faculdade é algo muito importante na vida de um atleta. A gente tem que pensar no pós-carreira, porque nosso corpo não aguenta ser ginasta para sempre. Ter uma profissão, portanto, é fundamental. Estou cursando Educação Física e vou poder continuar na área, como treinador, coreógrafo ou preparador físico. A bolsa, por meio dessa parceria da CBG com a Estácio, é algo que veio para mudar a minha vida. Agradeço às duas entidades por essa oportunidade”.

Estácio no Esporte
A Estácio é uma das maiores incentivadoras do esporte no país, com o programa Estácio no Esporte. Atualmente, mais de 500 atletas e paratletas são apoiados por meio de bolsas de estudo. O programa promove alguns dos principais eventos esportivos do Brasil, além de manter parcerias com diversas ONGs e instituições esportivas. A Estácio, que também é signatária do Pacto pelo Esporte, conta com atletas como Chloé Calmon (surfe), Laís Souza (ex-atleta de ginástica), Daniele Hypólito (ginástica), Fernanda Keller (triatleta), entre outros.
Presente nos Jogos Rio 2016, a Estácio foi a primeira instituição de ensino apoiadora olímpica, sendo a provedora dos serviços de seleção e capacitação dos 140 mil voluntários e 6000 colaboradores dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Ainda em 2016, a companhia conquistou o Prêmio Aberje Nacional na categoria Comunicação de Programas, Projetos e Ações Esportivas com o case “Estácio no Esporte – Formando Campeões”. O case mostrou a forte e ampla ligação da instituição com o esporte ao longo dos anos e no período dos Jogos Olímpicos.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: