Grávida morre durante confronto no Complexo do Lins

Uma grávida morreu, nesta terça-feira (8), após ser baleada durante um confronto entre criminosos e policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Complexo do Lins, na Zona Norte do Rio. Kathlen de Oliveira Romeu chegou a ser socorrida, mas, segundo a Secretaria Municipal de Saúde do Rio (SMS), não resistiu aos ferimentos, logo após chegar ao Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, também na Zona Norte. Ainda não há informações sobre de onde partiu o tiro que matou Kathlen. A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) investiga o caso.
Um vídeo que circula nas redes sociais mostra possíveis familiares da vítima na entrada da Unidade de Saúde. Nas imagens, uma pessoa diz que a jovem já chegou morta ao local. Em seu perfil no Instagram, a vítima se apresenta como designer de interiores e tem uma página sobre dicas de moda. Em uma publicação de pouco menos de uma semana, a jovem anunciou estar grávida de 13 semanas e falou da emoção em ser mãe.
“Estou me descobrindo como mãe e fico assustada pensando em como vai ser…dou risada, choro e tenho medo. Um misto de sentimentos. Talvez os mais doidos do mundo, mas vou dar risada lá na frente disso tudo…obrigada Senhor por abençoar meu ventre e me permitir gerar o amor da minha vida”, escreveu ela.
Em nota, a Polícia Militar informou que os militares foram atacados a tiros por criminosos na localidade conhecida como “Beco da 14”, dando início ao confronto. Com o fim dos disparos, encontraram uma mulher ferida e a socorreram. Os PMs realizaram buscas na região e apreenderam um carregador de fuzil, munições de calibre 9 milímetros e drogas. A ocorrência está em andamento.

Fonte: O Dia

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: