sex. dez 3rd, 2021

CPTrans instala monitores de velocidade no Bingen e no Centro Histórico

O equipamento não emite multas, mas busca inibir o excesso de velocidade e gerar dados para monitoramento da companhia.


A Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes – CPTrans instalou, nesta segunda-feira (21), dois equipamentos de monitoramento de velocidade e tráfego, na Rua Bingen (Bingen) e na Rua Washington Luiz (centro). O equipamento, que mostra a velocidade em que o motorista passa, não emite multa. Ele servirá, no entanto, para inibir o excesso de velocidade e gerar dados para o monitoramento de tráfego da empresa.
“A presença do equipamento serve para lembrar ao motorista que há um limite a ser respeitado na via e que há monitoramento. O objetivo é inibir o excesso de velocidade, um dos principais fatores responsáveis por acidentes de trânsito”, ressalta o diretor-presidente da CPTrans, Luciano Moreira.
Um alerta necessário. Durante a manhã, no exato local onde um dos equipamentos seria instalado à tarde na Rua Washington Luiz, um motorista perdeu o controle de um automóvel, atingiu outros três que estavam estacionados e ainda causou o atropelamento de uma mulher que estava na calçada. “É preciso que se apure as circunstâncias. Porém, cabe lembrar que se trata de um trecho onde o excesso de velocidade é uma infração comum cometida pelos motoristas. Justamente o ponto onde aconteceu o acidente e que recebeu o equipamento, é o trecho mais crítico. Na Rua Bingen, esse fator, somado às curvas sinuosas, também gera acidentes”, informa o presidente da CPTrans, que ressalta ainda que o objetivo é instalar mais equipamento como estes em outras vias da cidade.
A escolha dos locais para os monitores, que estão em fase de testes, também levou em conta o grande volume de tráfego das duas vias, que são importantes acessos ao Centro Histórico para motoristas vindos do Quitandinha e Bingen – onde estão localizadas as principais entradas da cidade. Diariamente, passam pela Rua Bingen e pela Rua Washington Luiz de 15 a 20 mil veículos (em cada uma delas). O equipamento vai ajudar a monitorar esse tráfego e a coletar dados que ajudam a pautar o planejamento viário, obras de infraestrutura e sinalização, por exemplo.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: