qui. out 21st, 2021

Covid-19: taxa de retorno para 2ª dose da vacina é de 96,04% em Petrópolis

Entre os idosos, 98,3% completaram o esquema de vacinação
Dados da Secretaria Municipal de Saúde mostram que, em Petrópolis, a taxa de retorno para 2ª dose da vacina contra covid-19 é de 96,04%. Isso significa que apenas 3,96% das pessoas cujo prazo para completar o ciclo de imunização já venceu deixaram de comparecer aos postos. O índice médio de retorno na cidade está acima dos parâmetros do Ministério da Saúde, que estabelece percentual mínimo de 90% de cobertura. O município tem, até o momento, 106.360 pessoas que receberam a 1ª dose da vacina e 40.285 que já retornaram para concluir o esquema de vacinação, recebendo a segunda dose.
“Temos praticamente 44% da população vacinável (pessoas acima de 18 anos) que já receberam a primeira dose da vacina e 16,64 %, que concluíram o esquema de vacinação com a segunda dose. O índice médio de retorno para a segunda dose está acima do que estabelece o Ministério da Saúde. Entre os idosos, por exemplo, 98,3% já receberam as duas doses”, explica o prefeito Hingo Hammes, lembrando que o município segue cobrando ao Ministério da Saúde o envio de lotes maiores de vacinas.
Atualmente estão sendo vacinadas em Petrópolis pessoas sem comorbidades acima de 55 anos, além de profissionais das áreas de Saúde, Transporte e Educação (ensinos infantil, fundamental, médio e superior, além de ensino profissionalizante). Pessoas com comorbidades, gestantes, puérperas e lactantes (que amamentam bebês até 12 meses) maiores de 18 anos também continuam sendo vacinadas.
“O índice médio de retorno da nossa população para a segunda dose está acima dos parâmetros estabelecidos pelo Ministério da Saúde, o que mostra que estamos no caminho certo. Seguimos avançando com a vacinação, atendendo agora também as gestantes, puérperas e lactantes sem comorbidades. Seguiremos ampliando a vacinação por faixa etária a medida em que recebermos lotes maiores de vacinas”, destaca o secretário de Saúde, Aloisio Barbosa da Silva Filho, lembrando que a Vigilância em Saúde tem toda estrutura para ampliar a vacinação, mas que, para isso, é preciso que o município receba mais vacinas.
“Temos uma equipe qualificada na divisão de imunização para acelerarmos a vacinação, bastando para isso que o Ministério da Saúde envie doses em quantidade suficiente”, completa o secretário de Saúde.
A campanha de imunização contra a covid-19 segue sendo realizada em 10 pontos de vacinação distribuídos nos cinco distritos.

Estão sendo vacinados no momento:

  • Gestante, puérperas e lactantes (até 12 meses) com e sem comorbidades acima de 18 anos (gestantes e puérperas devem apresentar laudo indicando que estão aptas a receber a vacina e lactantes devem apresentar declaração ou laudo que comprove que estão amamentando).
  • Pessoas com mais de 55 anos sem comorbidades
  • Profissionais de Transporte Coletivo Rodoviário, motoristas de transporte escolar cadastrados junto a CPTrans e caminhoneiros (carteiras de habilitação C ou E) – maiores de 18 anos.
  • Profissionais da educação infantil, ensino fundamental, ensino médio, ensino superior e ensino profissionalizante
  • Pessoas com comorbidades acima de 18 anos
  • Trabalhadores da saúde com mais de 18 anos
  • Pessoas com síndrome de down maiores de 18 anos
  • Pessoas com autismo maiores de 18 anos
  • Idosos com mais de 60 anos (aqueles que perderam o chamamento feito anteriormente)

A Secretaria de Saúde disponibiliza um canal direto de comunicação para esclarecer dúvidas: o Whatsapp da Saúde, um assistente virtual que fornece informações sobre a vacinação, locais de atendimento a pacientes com sintomas da doença e boletins. O atendimento está disponível pelo número (24) 9.9200-1428.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: