qui. out 21st, 2021

Trabalho de integração comunitária da Defesa Civil de Petrópolis é destaque em seminário nacional da Sedec

Desde janeiro, o órgão de proteção tem realizado escutas comunitárias e rodas de conversa presenciais e online.

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias apresenta amanhã (23) , no Seminário de Boas Práticas e Proteção em Defesa Civil – organizado pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil – Sedec, através do Projeto Elos – a experiência com o projeto Integrações Comunitárias, que foi reformulado em 2021. Referência nacional nas ações colaborativas e participativas com as comunidades em áreas de risco, a Defesa Civil de Petrópolis tem adotado desde janeiro escutas comunitárias a partir de rodas de conversa presenciais e online.
“É um reconhecimento importante do trabalho que é realizado em Petrópolis e que foi intensificado desde janeiro, quando passamos a estreitar mais os laços com as comunidades em áreas de risco ambiental”, avalia o prefeito interino Hingo Hammes. Já o secretário de Defesa Civil, Gil Kempers, pontua ainda que o trabalho tem como bases: “compartilhar conhecimentos sobre conceitos básicos de redução do risco de desastres; multiplicar as informações acerca dos protocolos de resposta nas comunidades; e desenvolver ações de conscientização comunitária sobre atividades de preparação e prevenção em todos os distritos do município”.
Entre as etapas realizadas pelo projeto e que fazem parte da apresentação durante o seminário nacional ao longo da semana, o Integrações Comunitárias realiza a capacitação de agentes de Saúde (Comunitária e de Combate a Endemias) em noções de Defesa Civil e Acolhida em Pontos de Apoio e a estruturação dos NUDEC (Núcleos Comunitários de Defesa Civil) na construção participativa de redes de apoio operacional e cooperação nas comunidades para qualificar as ações de Defesa Civil em Pontos de Apoio.
Em 2021, os laços com as comunidades foram estreitados. “Percebemos como um grande desafio a qualificação das ações de acolhida e apoio operacional comunitário nestes espaços públicos tão necessários à segurança e proteção das comunidades em tempos de chuva forte no município. Acreditamos também ser essa uma boa prática que pode ser adaptada e multiplicada para municípios que queiram fortalecer as ações de Defesa Civil em pontos de apoio para chuvas fortes”, informa Kempers.
Petrópolis tem 28 pontos de apoio em comunidades. Entre os anos de 2013 e 2020, a quantidade de pessoas que procuram um ponto de apoio em caso de chuvas fortes diminuiu, o que acendeu o sinal de alerta. Entre janeiro e abril, com as escutas comunitárias, a partir de rodas de conversa presenciais e online, foi realizado o trabalho de capacitação dos agentes comunitários de saúde e agentes de combate a endemias do município em noções básicas de Defesa Civil e protocolos de acolhida estimulando a criação de equipes de cuidado que serão responsáveis pelo acolhimento, triagem, cadastro e informações para as famílias que se abrigarem nos pontos de apoio.
Os NUDEC ainda foram reestruturados, fortalecendo a rede de apoio comunitária com formações e capacitações. “Em setembro, estaremos desenvolvendo com os NUDEC as oficinas de mapa de risco e rotas de fuga a partir dos pontos de apoio. O objetivo desta oficina é criar em cada comunidade com ponto de apoio, uma equipe de apoio operacional do NUDEC local com a missão de sinalizar as rotas de fuga, apoiar no deslocamento das pessoas até o Ponto de Apoio, revisar as rotas de retorno e apoiar na desmobilização do espaço”, destaca o secretário, que informou ainda que, a partir de outubro, vai iniciar exercícios simulados com as duas equipes ( Equipe de Acolhida e Equipe de Apoio Operacional) em cada comunidade com ponto de apoio. Até o momento 325 Agentes de Saúde de Combate a Endemias foram capacitados e 20 NUDECs reestruturados.

Sobre o seminário
O seminário é um evento que visa a troca de ideias e experiências entre defesas civis, núcleos comunitários de proteção e defesa civil, instituições de ensino e pesquisa, ONGs, voluntários, setor privado, entre outros atores e interessados em debater estratégias para fortalecer a implementação da PNPDEC nos municípios brasileiros.
A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil – Sedec, do Ministério de Desenvolvimento Regional – MDR está desenvolvendo o “Projeto Elos”, cujo objetivo é realizar o diagnóstico das necessidades e capacidades dos órgãos municipais de Proteção e Defesa Civil, os elos mais importantes do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil – Sinpdec. A partir desse diagnóstico será possível elaborar uma proposta de fortalecimento da implementação da Política Nacional de Proteção e Defesa Civil – PNPDEC nos municípios brasileiros.
O Seminário Elos de Boas Práticas em Proteção e Defesa Civil, que acontece nos dias 22, 23 e 24, visa a troca de ideias e experiências entre defesas civis, núcleos comunitários de proteção e defesa civil, instituições de ensino e pesquisa, ONGs, voluntários, setor privado, entre outros atores e interessados em debater estratégias para fortalecer a implementação da PNPDEC nos municípios brasileiros.
O Projeto Integrações Comunitárias da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias, já em andamento na cidade de Petrópolis-RJ, vai integrar a mostra de E-Posters com Boas Práticas de municípios participantes que poderá ser visitada ao longo do evento. O link para inscrição, programação e participação gratuita no evento é:
https://app.virtualieventos.com.br/seminarioelos

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: