ter. out 19th, 2021

Após votação, PSOL Petrópolis terá novo diretório

O Congresso do PSOL Petrópolis, realizado no último domingo (25), encerrou as atividades municipais para a escolha da nova direção do partido. O encontro foi a etapa final de um processo que contou com debates virtuais e meses de organização, por parte de uma comissão provisória. Além da eleição do novo diretório municipal , os filiados votaram em teses estaduais para o 7º Congresso Nacional do PSOL.
A votação foi presencial, na Câmara Municipal de Petrópolis, na parte da manhã e tarde. A comissão organizadora garantiu votação preferencial aos grupos prioritários. Além disso, foi obrigatório o uso de máscaras e foi disponibilizado álcool em gel para higienização das mãos.
No âmbito municipal, duas teses disputaram a preferência dos filiados ao PSOL. Vencedora, a tese “Por um PSOL independente, popular, solidário e dos bairros”, escrita por militantes do movimento PSOL Popular, do Núcleo Marielle Franco e do Movimento Esquerda Socialista, e que contou com o apoio do vereador do partido Yuri Moura, obteve 137 votos, 75,7% dos votos válidos.
Já a tese “A Cidade é pra quem vive nela”, formulada por militantes da Coletiva Feminista Popular e independentes, obteve 44 votos, 24,3% dos votantes. No âmbito estadual, dentre as nove teses inscritas, as três mais votadas foram: “PSOL POPULAR” (75 votos); “Por um PSOL independente e anticapitalista no Rio” (47) votos e “Organizar a esperança – tese da insurgência e militantes independentes ao VII Congresso do PSOL-RJ” (35 votos). Ao todo, 182 filiados exerceram o direito à voto no congresso.
“Todo o processo foi seguro e democrático. Realizamos três encontros virtuais para debates, garantimos a organização do congresso com todos os protocolos e tivemos uma participação muito boa dos filiados e filiadas. Deixo a direção do partido com a sensação de dever cumprido.”, disse Vinicius Mayo, presidente do PSOL Petrópolis.
Agora, o partido prepara a organização da posse do novo diretório, em agosto, e o anúncio do novo presidente da sigla no município. Durante a última gestão, com Vinícius à frente, o PSOL conseguiu, pela primeira vez na história, uma cadeira na Câmara Municipal. Um dos desafios da nova gestão, pode ser a disputa da eleição suplementar em Petrópolis.O partido defende que o vereador Yuri Moura, seja candidato, buscando apoio dos demais partidos considerados do “campo popular e democrático” da cidade.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: