ter. out 19th, 2021

Dia dos Pais na Rua Teresa: lojistas esperam um aumento de 15% a 20% nas vendas

Avanço da vacinação e flexibilizações recentes estimulam o fluxo de visitantes e clientes no polo de moda


De acordo com a Associação da Rua Teresa (ARTE) para este ano há uma expectativa de aumento de vendas entre 15% e 20% na comparação com o ano passado.
“Em 2020 ainda não tínhamos nem noção de quando seríamos vacinados. Tudo era ainda muito incerto e isso afetou um pouco as vendas, mas agora com a economia da cidade está se recuperando, esperamos que as vendas sejam bem melhores”, acredita Denise Fiorini, presidente da ARTE.
As lojas da Rua Teresa retomaram o horário tradicional, das 9h às 18h e reforçaram os protocolos sanitários para atendimento durante a pandemia de covid-19. Além disso, a cidade não conta mais com os bloqueios nas entradas e o acesso à Rua está livre. Flexibilizações que trazem um pouco mais de otimismo nas vendas.
“Investimos em divulgação nas redes sociais porque sabemos que essa é a nova vitrine para atrair os visitantes e clientes. Com o avanço da vacinação já percebemos aumento do fluxo de pessoas nas ruas e isso traz uma boa expectativa para o Dia dos Pais. E não só para lojas de roupas masculinas. Com moda para toda família, a Rua tem opções de moda feminina e infantil, que acabam sendo notadas pois a família toda vem comprar”, pontua Nathália Neumann Duriez Mendes, diretora de marketing da ARTE.

Pesquisa revela intenção de gastos com presentes para o Dia dos Pais
Uma pesquisa coordenada pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec RJ) revela que “40% dos fluminenses devem comprar presentes, o equivalente a 5,6 milhões de pessoas. Em 2020, esse percentual foi de 46,2%. O ticket médio será de R$ 161,70, valor bem superior ao registrado no ano anterior, que foi de R$ 148,59. Por conta da data comemorativa, está prevista uma injeção financeira de R$ 901 milhões na economia do estado, frente aos R$ 873 milhões de 2020.” A sondagem ocorreu entre os dias 19 e 22 de julho e contou com a participação de 405 consumidores fluminenses.
A pesquisa também procurou saber dos consumidores quais serão os presentes preferidos. Em primeiro lugar estão as roupas (52,5%); seguidas por calçados e acessórios (24,7%); perfumes ou cosméticos (18,5%); livros e Ebooks (8%), smartphones (8%); joias e relógios (7,4%) e computadores e tablets (2,5%). O IFec RJ destaca que itens de maior valor, como smartphones e relógios, por exemplo, tiveram sua intenção de compra dobrada em relação ao ano passado. Sobre onde vão adquirir esses itens, a sondagem identifica que os fluminenses estão divididos: 48,1% em lojas físicas, 24,1% em lojas online e 27,8% em ambas.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: