ter. set 28th, 2021

Fiscais da Secretaria do Ambiente e Inea reprimem tráfico de animais silvestres na Baixada Fluminense

Uma operação de combate ao tráfico de animais silvestres culminou na prisão de cinco pessoas e recolheu mais de trinta bichos na Baixada Fluminense. A ação – deflagrada numa feira livre em Duque de Caxias, neste domingo, dia 22 – foi realizada pela Secretaria Estadual do Ambiente e Sustentabilidade, por meio da Superintendência de Combate aos Crimes Ambientais, e Instituto Estadual do Ambiente (Inea) em apoio à Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), Polícia Federal e Ibama.
“Manter animais silvestres em cativeiro sem autorização é crime. Realizamos essa operação para combater o tráfico desses animais e alertar a população sobre essa prática ilegal. Vamos continuar fiscalizando e trabalhando para coibir essas práticas”, explica Thiago Pampolha, secretário de Estado do Ambiente e Sustentabilidade.
Na ação, foram recolhidos 32 pássaros, entre eles uma coruja, e um mico. Também foram apreendidos 130 estilingues, 10 alçapões, 30 frascos de chumbinho e uma armadilha. A venda de animais silvestres é crime previsto na Lei Federal 9.605/98, no artigo 29, com pena de seis meses a um ano.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: