sáb. set 18th, 2021

Picapes chinesas, a nova invasão no mercado automotivo

A indústria chinesa prepara uma nova invasão nos mercados ocidentais. Desta vez a aposta é no segmento de picapes. Pelo menos três marcas chinesas estão com projetos confirmados nessa área: Chery, Great Wall e JAC. Resta saber quais deles poderiam ser comercializados no Brasil.
Recentemente, a Chery divulgou na África do Sul que pretende lançar uma picape derivada do Tiggo. A plataforma utilizada seria a dos Tiggo 5X, 7 e 8. O veículo foi anunciado como Tiggo PUP foi confirmado como uma picape inédita.
Os negócios da Chery na África do Sul não têm nada a ver com o Brasil. Mas os executivos das montadoras monitoram constantemente o que se passa no mercado global e, dentro do possível, utilizam carros disponíveis na marca para projetos locais. No caso dessa futura picape Chery Tiggo, a Caoa Chery poderia adaptar o projeto para fabricar o veículo em Anápolis (GO). Porém, as chances são remotas.
O mercado de picapes é interessante e a própria Caoa poderia fabricar a novíssima Santa Cruz, da Hyundai, pela Hyundai Caoa. No caso da Caoa Chery, a operação seria muito mais complexa porque o segmento de picapes exige dedicação exclusiva, quase como se fosse uma segunda empresa. Como a Caoa Chery ainda é novata no mercado, é mais provável que ela mantenha seu foco nos SUVs da linha Tiggo, que vendem cada vez mais.
De qualquer forma, o Chery Tiggo PUP será uma picape com carroceria monobloco. Portanto, entrará no segmento que mais cresce. No Brasil, ele é liderado pela Fiat Toro. Mas, por ser muito atraente e lucrativo, já tem novos modelos chegando, como a Ford Maverick (México, EUA e Brasil), a nova Chevrolet Montana (Brasil e Argentina), a Hyundai Santa Cruz (EUA) e até uma Ram baseada na Toro (Brasil).
Por causa dessa possibilidade, designers brasileiros já fizeram projeções da picape Chery Tiggo. Kleber Silva fez uma renderização fez uma renderização da picape Tiggo 5X. Jonathan Machado, por sua vez, preferiu apostar numa picape Tiggo 8.
Já o caso da picape GWM Poer é diferente. A Great Wall Motors acaba de comprar uma fábrica no Brasil. A planta de Iracemápolis (SP), que pertencia à Mercedes-Benz, foi adquirida com planos ambiciosos. A GWM pretende fabricar 100 mil carros por ano. Embora não tenha confirmado, tudo indica que um dos modelos será o SUV Haval H6 e/ou F7 e a picape Poer. Esta picape brigaria diretamente com os modelos médios de carroceria sobre chassi (Chevrolet S10, Toyota Hilux, Ford Ranger etc.).
Finalmente, no caso da JAC Motors, a empresa tenta emplacar no Brasil a picape elétrica iEV330P. Trata-se da versão totalmente elétrica do modelo T8. Mas na China já existe a JAC acaba de lançar a picape T9, que tem um design bastante agressivo. Ela cairia bem no mercado brasileiro, mas a JAC disse que, por enquanto, não há planos. A ideia da JAC é continuar apostando na eletrificação. Trata-se de uma forma de a empresa ocupar um nicho ainda não formado, pois várias empresas precisam reduzir seus valores de emissão de carbono.

Fonte: Portal Terra

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: