ter. set 28th, 2021

Cachorros mortos em Magé receberam insulina em vez da vacina antirrábica

A sindicância em curso instaurada pela Prefeitura de Magé apurou que a vacina antirrábica aplicada em animais, no último sábado (4), em uma das 53 unidades de saúde da cidade, foi substituída por insulina para uso em humanos. Segundo a prefeitura, ao todo, 20 cachorros precisaram de atendimento veterinário, sendo que, 11 deles morreram e 1 continua internado. As denúncias tiveram início no sábado sobre possíveis reações de alguns animais à vacina antirrábica.
O município informou que vai arcar com todos os custos das clínicas veterinárias que realizaram o atendimento e os corpos dos animais serão encaminhados, nesta quarta-feira (8), o primeiro dia útil após o ocorrido, para necropsia, a fim de confirmar a causa da morte.
Segundo a Prefeitura de Magé, uma nova equipe técnica assumiu, nesta quarta-feira, a Unidade de Saúde da Família Britador, onde ocorreram os fatos, incluindo uma psicóloga e uma assistente social que estão realizando visitas psicossociais às famílias que perderam seus animais. Seis funcionários foram afastados do cargo, sendo: 1 uma coordenadora administrativa, 2 agentes comunitários de saúde e 3 agentes combate a endemias.
A prefeitura informou que já está em contato com a Secretaria Estadual de Saúde e tem uma reunião marcada para hoje com representantes do Ministério da Saúde.
Segundo a Polícia Civil, o caso foi registrado na 65ª DP (Magé) e diligências estão em andamento para esclarecer os fatos.

Fonte: O Dia

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: