sex. jan 21st, 2022

Preço do litro do óleo diesel é R$ 0,41 mais caro que o valor da tarifa de ônibus em Petrópolis

Combustível representa quase 30% de todo o gasto do transporte público no município


Os consecutivos aumentos no preço do óleo diesel, que no acumulado ultrapassa 65% somente neste ano, continuam prejudicando o transporte público no país. Em Petrópolis, o custo do litro do óleo diesel supera o valor final da tarifa de ônibus, reforçando a necessidade de políticas públicas para não onerar ainda mais o passageiro que depende do ônibus, tendo em vista que o preço do combustível é o responsável por quase 30% de todo o gasto do setor.
Percorrendo 1,8 milhão de quilômetros todos os meses no município, o equivalente a quase cinco viagens à Lua, as empresas de ônibus Cidade Real, Petro Ita, Cidade das Hortênsias, Cascatinha e Turp Transporte utilizam, mensalmente, um total de 670 mil litros de óleo diesel para manter a operação.
Segundo o sistema de levantamento de preços da Agência Nacional do Petróleo (ANP), o custo médio do litro do óleo diesel nos postos em Petrópolis está em R$ 4,98. Por se tratar de uma compra em grande escala diretamente com os distribuidores, as empresas de ônibus desembolsam atualmente o valor de R$ 4,61 por litro, custo este que é R$ 0,41 mais caro que o preço vigente da tarifa de ônibus na cidade.
“O diesel é um insumo essencial para a prestação do serviço por ônibus. Em razão dos aumentos consecutivos no país, a crise do sistema de transporte público está cada vez mais grave. Por isso, as empresas de ônibus, através de suas entidades representativas, apelam aos governos federal, estadual e à própria direção da Petrobras, para que sejam adotadas políticas públicas de preço, que possam equilibrar e solucionar esta equação, que eleva a inflação e prejudica os mais variados setores da economia”, disse Carla Rivetti, gerente do Setranspetro.
O Setranspetro destaca que as empresas de ônibus vêm enfrentando uma grave crise econômica e financeira ao longo dos últimos anos, que se agravou desde o surgimento da pandemia, com prejuízos milionários. Para evitar um colapso no sistema de transporte, as operadoras reforçam a importância da adoção de políticas públicas que possam buscar novas fontes de receita para baratear o custo do sistema e proporcionar a continuidade da operação sem impactos e prejuízos aos clientes.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: