seg. maio 16th, 2022

Assistência Social: Serviço “Família Acolhedora” continua com inscrições abertas

A Secretaria de Assistência Social já possui no cadastro quatro famílias habilitadas para atuar no Programa Família Acolhedora, no entanto, busca mais interessados para fortalecer a iniciativa. Quem tiver interesse pode se inscrever através do cadastro no site da prefeitura, através do telefone 2249-4319, ou, ainda, pelo email: familiaacolhedora@petropolis.rj.gov.br
Famílias Acolhedoras são voluntárias que recebem, nas suas residências, de forma temporária, crianças e adolescentes vítimas de negligência, abandono ou violência. Com o acolhimento necessário, essas famílias garantem a continuidade dos vínculos afetivos dessas crianças, evitando que sejam encaminhadas para abrigos institucionais. Após passarem pela capacitação online, os inscritos mantêm o contato com a Secretaria de Assistência Social, através de equipe técnica, que é a responsável pelo encaminhamento dos casos necessários de acolhimento para essas famílias, quando necessário.
“Todas as pessoas podem se cadastrar no serviço, inclusive solteiros. O importante é que estejam dispostos a acolher com carinho e cuidado essas crianças ou adolescentes”, explica o prefeito Interino Hingo Hammes.
Após o cadastro e seleção, a família passa por um processo de capacitação e a equipe técnica da Secretaria de Assistência Social, formada por assistentes social e psicólogos continua realizando o acompanhamento enquanto durar o processo.
“Nas capacitações são trabalhados oito temas, desde o histórico do acolhimento no Brasil, os direitos da criança e do adolescente, o desenvolvimento infantojuvenil e o atendimento no âmbito da política de assistência social, como o acesso a serviços e programas desenvolvidos pelos CRAS, suporte psicológico necessário para lidar com situações pontuais”, disse Graciele Vanzan, coordenadora do Serviço.
Importante sempre destacar que o Serviço de Família Acolhedora busca preservar a convivência familiar e comunitária da criança ou adolescente.
“Durante todo o período que estiverem na residência de acolhedores, os profissionais e a família acolhedora, juntamente com a rede socioassistencial, trabalharão para possibilitar o retorno da criança ou adolescente para sua família. É a disponibilização do amor e do carinho ao outro da melhor forma possível. Quem tiver interesse pode procurar a equipe do programa e tirar as dúvidas”, afirma o secretário de Assistência Social, Hugo Bento.
Quem tiver interesse em participar do serviço pode se inscrever através do cadastro no site da prefeitura, através do telefone 2249-4319, ou, ainda, pelo e-mail: familiaacolhedora@petropolis.rj.gov.br

Sobre o Processo de Habilitação
Como funciona?
Para ser um acolhedor é necessário passar por algumas etapas obrigatórias:

*Entrevista inicial e pré-cadastro;
Solicitação de Documentos:
(Apresentar o original e entregar cópias)
• RG, Registro Civil e CPF de todos os membros da família;
• Comprovante de residência;
• Certidões Negativas dos cartórios distribuidores: Civil e Criminal dos membros maiores de 18 anos do núcleo familiar;

*Participação das reuniões de Capacitação;
*Visita Domiciliar (agendada com a equipe técnica);
*Entrevista Final e elaboração do perfil da criança ou adolescente a ser acolhido (no final do processo).
Observações:

  • Para que possam acolher nenhum membro do núcleo familiar poderá estar inscrito no Sistema Nacional de Adoção
  • Deverão ser residentes do Município de Petrópolis

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: