dom. dez 5th, 2021

Ingressos para a Bienal Internacional do Livro Rio já estão à venda

Já estão à venda os ingressos para a 20ª Bienal Internacional do Livro Rio, que será realizada de 3 a 13 de dezembro no Centro de Convenções Riocentro, na Barra da Tijuca. Aberta nesta quinta-feira (4), a venda de ingressos será feita exclusivamente pela internet, no site do evento. A inteira custará R$ 40 e a meia-entrada, R$ 20. As informações foram divulgadas hoje, em entrevista coletiva, pela organização da Bienal.
A diretora da GL events, responsável pela Bienal, Tatiana Zaccaro, disse à Agência Brasil que, embora as bilheterias estejam autorizadas a funcionar, os organizadores do evento decidiram “ser mais conservadores do que exige hoje a lei no Rio de Janeiro”. Segundo Tatiana, todas as gratuidades legais estão asseguradas, como para os maiores de 60 anos e alunos da rede municipal de ensino, em uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação; professores; profissionais do livro; e autores.
Para ter acesso à Bienal, os maiores de 12 anos deverão apresentar comprovante de vacinação contra covid-19 e usar máscaras de proteção facial.

Coletivo curador
Segundo Tatiana Zaccaro, uma das novidades deste ano é que a programação jovem e adulta foi elaborada pela primeira vez por um coletivo curador formado por 11 pessoas, de modo a “espelhar toda a diversidade e pluralidade” que se desejava. “Esse coletivo trabalhou junto, trazendo diferentes pontos de vista, diferentes vozes e conhecimentos, para que se tenha, realmente, uma programação plural, democrática, e que agregue todos os assuntos que permeiam hoje as conversas, os bate-papos com amigos, o que tem de novidade dos livros, lançamentos”, acrescentou Tatiana.
Ela informou que, nesta edição, o público será convidado a participar de debates sobre o tema central deste ano, “Que histórias queremos contar a partir de agora?”. Por causa da pandemia de covid-19, a Bienal Rio será realizada pela primeira vez em formato híbrido, com atividades presenciais e online. A capacidade de público será reduzida em 50% para evitar aglomeração e preservar a segurança de visitantes, funcionários e autores.
Temas do cenário cultural contemporâneo serão abordados durante o evento, entre os quais, juventude e fé, poesia, desenvolvimento sustentável, política e democracia, feminismo, jornalismo investigativo, adaptações audiovisuais, culturas geek e pop, LGBTQIA+, saúde mental, ancestralidade e tendências do mercado literário, além da conexão de música, streaming e cinema a partir da literatura.
Entre os autores estrangeiros participantes da 20ª edição da Bienal Rio estarão o português Valter Hugo Mãe, os norte-americanos Matt Ruff, Julia Quinn, Beverly Jenkins e Josh Malerman, a argentina Mariana Enríquez e o japonês Junji Ito, um dos mais conceituados mestres em mangá.

Estação Plural
Nesta edição, será lançada a Estação Plural, para ajudar as pessoas a discutir o que têm vivido durante a pandemia de covid-19 e participar da construção de novas narrativas.O espaço reunirá autores, artistas e formadores de opinião que transitam no ecossistema literário – literatura, poesia, narrativa, atualidades, cultura pop, diversidade, ficção e não ficção. De acordo com Tatiana, a ideia é conversar sobre as diferentes perspectivas a partir da doença: “quem éramos, quem somos e o que vamos ser daqui para frente”.
A atividade na Estação Plural terá a participação de escritores brasileiros que têm em comum a paixão pelo universo literário, como Thalita Rebouças, Conceição Evaristo, Itamar Vieira, Aílton Krenak, Caco Barcellos, Nei Lopes, Otávio Junio, Raphael Montes, Tati Bernardi, Gabriela Prioli, Pastor Henrique Vieira, Teresa Cristina, Lua de Oliveira, Luiz Antonio Simas, Lulu Santos, Antônio Fagundes, Aza Njeri e Eliane Brum, entre muitos outros.
Todos os painéis serão transmitidos ao vivo pela plataforma Bienal 360°, o centro de conteúdo diário do festival.

Crianças
Para despertar nas crianças o interesse pelo livro e pelas histórias, a Bienal terá também uma área de atividade infantil, que, segundo Tatiana Zaccaro, será a maior do evernto, com 600 metros quadrados. No Espaço Metamorfoses, patrocinado pela Petrobras Cultural, as crianças vivenciarão experiências sensoriais em ambientes desenhados especialmente para elas, seguindo os protocolos de segurança.
Para inspirar o público infantil a sonhar e desenhar novos futuros, acompanhando as mudanças do mundo e da leitura, a área infantil terá uma exposição imersiva com cenários interativos e lúdicos, que proporcionarão a cada visitante a possibilidade de viver uma viagem literária em diversas linguagens.
Com curadoria do LERCONECTA, o Espaço Metamorfoses convidará crianças e famílias a descobrir nas histórias a potência necessária para reescrever a trajetória do mundo pós-pandemia.

Parceria
Na entrevista coletiva de hoje, o secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha, anunciou uma parceria histórica entre a prefeitura do Rio e a Bienal do Livro, que permitirá a participação gratuita no evento de 40.700 alunos da rede municipal de ensino, além de professores e servidores da educação.
De acordo com o secretário, a Bienal é o quarto maior evento da cidade do Rio de Janeiro, só perdendo para o réveillon, o carnaval e o Rock in Rio. “Para a gente, da Educação, é o mais importante de todos, disparado. Um espaço não só de sonhar, mas de realizações”, afirmou.
Ferreirinha disse que este é um momento muito especial, não só pela volta da Bienal como grande parceira da Educação, mas com a maior parceria efetuada na história entre a prefeitura e o festival literário. “Isso, para a gente, é muito simbólico. Nossos alunos, nossos profissionais e nossas escolas precisam ter todo o nosso amparo.”
A Secretaria de Educação vai disponibilizar para os alunos da rede municipal de ensino toda a estrutura necessária de transporte e alimentação. Para ter direito à gratuidade, os 47.591 professores e servidores da Educação na ativa que queiram participar do evento terão que se cadastrar previamente.
Cada aluno receberá R$ 20 para comprar livros na Bienal, e os professores e servidores da Educação cadastrados, R$ 200. Também serão disponibilizados às 1.561 unidades administrativas (escolas, creches e núcleos de extensão) da rede municipal de ensino valores que variam de R$ 1 mil a R$ 1,6 mil, destinados à compra de livros para o acervo de cada unidade. No total, serão liberados na ação da SME mais de R$ 12 milhões.
“O tempo de trevas ficou para trás”, disse o secretário Ferreirinha, que representou o prefeito Eduardo Paes na entrevista coletiva. “A gente vai ter a Bienal representando cultura, diversidade e educação, porque isso é a cara do Rio de Janeiro”, afirmou.
A Secretaria de Educação terá um estande de 100 metros quadrados (m²) no espaço da Bienal para apresentar suas iniciativas durante o evento.
Também já estão abertas as inscrições para a Visitação Escolar, iniciativa destinada aos estudantes das redes pública e particular e seus acompanhantes das unidades de ensino. Para estes grupos, serão reservados seis dias, com benefícios diferenciados para uma visita mais confortável.
Os ingressos dos alunos, que também devem ser adquiridos antecipadamente pelo site, custam R$ 20 (meia-entrada). Para cadastrar a escola, é preciso informar o endereço completo da unidade, com código de endereçamento postal (CEP) e cadastro nacional de pessoa jurídica (CNPJ) ou designação.

Realização
A Bienal do Livro Rio é realizada pela multinacional francesa GL events, uma das líderes mundiais no mercado de eventos, e pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), que há 80 anos representa a classe editorial no país. Nesta edição, estão confirmadas cerca de 80 editoras, além de livrarias, distribuidores e sites de comércio eletrônico, como Submarino.
O presidente do SNEL, Marcos da Veiga Pereira, ressaltou a importância social e cultural da Bienal do Livro Rio no contexto da retomada de eventos presenciais no país. “A Bienal é a grande festa do livro, e é muito marcante que este seja um dos primeiros eventos culturais de grande porte em um momento de transição para dias melhores”, afirmou Pereira.

Da Agência Brasil

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: