qua. dez 8th, 2021

Marília Mendonça põe 74 músicas no top 200 do Spotify um dia após sua morte

A comoção pela morte de Marília Mendonça está se refletindo em números. Um dia após o desastre aéreo que tirou a vida da cantora na sexta-feira (5), aos 26 anos, e de outras quatro pessoas, as músicas dela dominaram a parada brasileira de mais ouvidas no serviço de música Spotify.
Entre as 200 músicas mais ouvidas pelos brasileiros na plataforma no último sábado (6), 74 contam com vocais da cantora. Para efeito de comparação, no dia anterior, ela aparecia em 20 posições do mesmo ranking. Já no dia 4, antes do desastre, eram 6 as músicas que apareciam no top 200.
No sábado, as duas músicas mais ouvidas era de Marília Mendonça em parceria com as amigas Maiara e Maraisa. Em primeiro lugar ficou “Esqueça-me Se For Capaz”, com mais de 1,4 milhão de execuções. Ela era seguida por “Todo Mundo Menos Você”, também do trio, com 1,1 milhão de execuções.
O bom desempenho colocou as duas músicas também no top 200 global, em que aparecem músicas de todo o mundo. As músicas aparecem na 48ª e na 68ª posições, respectivamente. Já “Troca de Calçada”, também da cantora, aparece na 145ª posição.
Entre os brasileiros, também aparecem no ranking as músicas “Coração Cachorro” (79ª posição), de Ávine Vinny e Matheus Fernandes, “Galopa” (92ª), de Pedro Sampaio, “Revoada no Colchão” (117ª), de Zé Felipe e Marcynho Sensação, “Trava na Pose, Chama no Zoom, Dá um Close” (130ª), de DJ Patrick Muniz, Dj Olliver, Mc Topre e Mc Rennan, “Ameaça” (151ª), de Paulo Pires, Mc Danny e Marcynho Sensação, e “Ela me Falou Que Quer Rave” (189ª), de MC Levin, DJ Nikolas Alves Exclusive, DJ Kaioken e DJ Gege.
Vale lembrar que Marília Mendonça foi a artista brasileira mais ouvida de 2020 no Spotify, no Deezer e no YouTube, as três principais plataformas que concentram os ouvintes de música no país. “Gratidão não tem tamanho”, disse ela na época ao F5. “Quero deixar bem claro que vou sempre ouvi-los, porque em muitos momentos felizes, os fãs são minha própria voz.”

TRAGÉDIA
Conhecida como rainha da sofrência e uma das maiores vozes da música brasileira contemporânea, Marília Mendonça foi uma das cinco vítimas de um acidente de avião que caiu numa serra em Piedade de Caratinga, a 309 quilômetros de Belo Horizonte. A artista tinha um show marcado para a data em Caratinga, a cerca de dez quilômetros do local do acidente.
A queda ocorreu por volta das 15h. A princípio, não se sabia se era a cantora quem estava a bordo da aeronave. Foi a semelhança do bimotor visto num vídeo que ela tinha compartilhado no Instagram duas horas antes que despertou a dúvida. Em tom cômico, a publicação mostrava Mendonça embarcando e se alimentando.
Além de Marília, Henrique Ribeiro, seu produtor, e Abicieli Silveira Dias Filho, seu tio e assessor, também morreram no acidente aéreo, assim como o piloto Geraldo Martins de Medeiros e o copiloto Tarcísio Pessoa Viana.

Do Folhapress

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: