dom. dez 5th, 2021

Meta é construir quase 400 unidades habitacionais, garantindo atendimento a 100% das famílias que hoje recebem o aluguel social no município

Prefeitura e Estado se unem para alinhar projetos na área de Habitação

A Prefeitura de Petrópolis e o Governo do Estado estão se unindo para trazer à cidade um importante pacote de obras. Em reunião realizada nesta terça-feira (09) com o secretário estadual de Infraestrutura e Obras, Max Lemos, o prefeito Hingo Hammes recebeu a confirmação de que o Estado vai investir na construção de casas populares no município, mas o projeto, que inicialmente incluiria 340 unidades habitacionais, agora, em alinhamento com o governo municipal, terá número maior, de forma a assegurar o atendimento a 100% das famílias que hoje recebem o aluguel social no município.
No encontro, que também contou com a presença do subsecretário de Obras, Pedro Ramos, do subsecretário de Estado das Cidades, Bernardo Rossi, do secretário municipal de Obras de Petrópolis, Maurício Veiga, e do vereador Júnior Paixão, também foram detalhados os investimentos para melhorias em dois conjuntos habitacionais, no Quitandinha e no Cascatinha, que, juntos, somam 240 apartamentos. Um terceiro condomínio, no Castelo São Manoel, também pode ser beneficiado.
“Este alinhamento entre Prefeitura e Estado garante investimentos importantes ao município. O governador Cláudio Castro já havia garantido a Petrópolis 340 unidades habitacionais e, agora, o Estado vai aumentar ainda mais este número. Saímos da reunião com o secretário Max Lemos com o compromisso de que teremos os apartamentos para atender todas as famílias que hoje recebem o aluguel social. É uma demanda que existe há anos”, lembrou o prefeito, que já vinha em contato direto com o Estado em busca de recursos para projetos em diferentes áreas, incluindo habitação, mobilidade urbana e infraestrutura.
Hoje Petrópolis tem 380 famílias que recebem o aluguel social (incluindo os benefícios pagos pelos governos municipal e estadual). “A habitação popular é uma demanda histórica na cidade. É importante que consigamos atender as famílias que permanecem no aluguel social, devolvendo a elas a tranquilidade de terem suas casas”, frisou Hammes.
O secretário Max Lemos garantiu que o Estado vai dar celeridade aos trâmites para garantir a construção dos imóveis. “Temos como acabar com a espera de quem hoje recebe o aluguel social e vamos fazer isso, em parceria com a Prefeitura”, garantiu.
As casas serão construídas por meio do programa Casa da Gente, lançado em setembro, que tem como objetivo oferecer unidades habitacionais em todo o estado e também realizar melhorias e manutenção em unidades já existentes nos municípios.
O subsecretário das Cidades, Bernardo Rossi, reforçou a importância do programa para as famílias da cidade. “Desde que iniciou o Casa da Gente, estive conversando com o Max e o governador para que Petrópolis recebesse o total de unidades que o município tem na lista do auxílio de aluguel social. Resolver essa dívida com as vítimas de tragedias é fundamental para que as pessoas possam ter uma vida melhor.”, citou.
No programa também estão previstas obras e benfeitorias em unidades já finalizadas. Em Petrópolis, três condomínios habitacionais estão aptos para receber as melhorias: no Quitandinha e no Cascatinha, que, juntos, somam 240 apartamentos, e no condomínio do Castelo São Manoel, que também será incluído no pacote de obras. O secretário Max Lemos, pontuou as ações de reforma como prioridade para famílias que já foram contempladas com unidades e que atualmente apresentam alguns problemas. “É importante manter as unidades já existentes em boas condições moradia”.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: