qui. jun 30th, 2022

DUAS CONQUISTAS IMPORTANTES PARA PACIENTES COM FIBROMIALGIA EM PETRÓPOLIS

Os pacientes de Petrópolis com fibromialgia já podem comemorar duas importantes vitórias: a Prefeitura de Petrópolis publicou no Diário Oficial do dia 04 de novembro a sanção de duas leis, de autoria conjunta do vereador Eduardo do Blog (Republicanos) com a vereadora Gilda Beatriz (PSD), que vão facilitar o dia a dia desta parcela da população.

A primeira torna obrigatória a afixação, em órgãos e empresas públicas municipais, empresas privadas e estacionamentos, de aviso dando publicidade à lei que confere a este público atendimento preferencial nestes locais. A divulgação deste direito é imprescindível para que tanto o público alvo quanto toda a população possa conhecer seus direitos e se conscientizar sobre a doença.

Já a segunda lei promulgada pela prefeitura dispensa a apresentação de laudo médico atualizado para a renovação da carteirinha, fornecida gratuitamente pela Secretaria Municipal de Saúde.

“Estas duas conquistas darão mais dignidade a esta parcela da população, agilizando o atendimento nos estabelecimentos comerciais, estacionamentos e órgãos públicos, assim como já acontece hoje com idosos, gestantes e pessoas com deficiência. A fibromialgia é uma doença reumatológica que afeta a musculatura e causa intensa dor no paciente. Esperamos com essas duas leis, promulgadas pelo prefeito Hingo Hammes, facilitar o dia a dia dessas pessoas”, disse o vereador Eduardo do Blog, que tem outros projetos voltados para a causa, como por exemplo o que que cria a campanha “Maio Sem Dor”, que torna este o mês de conscientização sobre a Fibromialgia.

Como requisitar a carteirinha

Os pacientes fibromiálgicos que quiserem ter acesso à carteirinha devem comparecer ao setor de Protocolo da Secretaria de Saúde, no Centro Administrativo da Prefeitura, que fica na Avenida Barão do Rio Branco para fazer a requisição da mesma.

Segundo a secretaria, é necessário o preenchimento de um formulário e apresentação do documento de identidade com foto, comprovante de residência, duas fotos 3×4 e laudo médico comprovando a fibromialgia. A carteira de identificação será entregue, gratuitamente, aos pacientes após cinco dias úteis, e terá validade de um ano, a contar da data de emissão, podendo ser prorrogada por igual período sucessivamente.

Sobre a fibromialgia

A fibromialgia é uma doença que não tem cura. Os sintomas mais comuns são dores generalizadas, espalhadas pelo corpo e articulações que podem durar meses; fadiga e cansaço durante o dia; sono prejudicado, em alguns casos, a pessoa apresenta quadros de apneia, insônia, problemas cognitivos e alteração da memória, transformando uma simples tarefa de atenção ou concentração em algo difícil de ser realizado; transtornos no humor, podendo apresentar quadros de ansiedade ou mudanças no temperamento de maneira repentina.

Não há dados precisos sobre o número de fibromiálgicos na cidade, porém, somente o Grupo de Fibromialgia de Petrópolis conta hoje com mais de 120 pessoas. Segundo o Ministério da Saúde, a doença acomete 3% da população brasileira.

ED 531-CLIQUE AQUI

%d blogueiros gostam disto: